Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Heróis!

Todos os corredores da 80ª Volta a Portugal em Bicicleta!

Com temperaturas muito acima do que era previsível e desejável, reconheço a coragem nos ciclistas que atravessam o país sob uma canícula destas.

Cruzaram já o Alentejo (finalmente!) sob um sol inclemente.

Deste modo tiro a todos eles, sem excepção, o meu chapéu!

Que cheguem todos sem problemas ér o que mais desejo!

80ª Volta a Portugal em bicicleta

Inicia-se hoje a 80ª Volta a Portugal em Bicicleta.

Um momento desportivo deveras muito importante para os portugueses e dos quais (quase todos!!!) guardamos gratas recordações.

Curiosamente o ano passsado escrevi isto sobre a Volta de 2017, chamando à atenção para a ausência da Volta no Algarve e Alentejo.

Parece que me escutaram (ou me leram!!!), de tal forma que hoje a Volta dá uma volta às principais ruas de Setúbal para amanhã partir para o Algarve.

Finalmente Portugal Continental no mapa da 80ª Volta a Portugal em bicicleta.

 

Lá como cá!

Há uns amantes de desporto que preferem fórmula 1, onde foram raros os portugueses a particpar. Outros gostam de ralis. Eu adoro ciclismo.

Talvez por ter visto Joaquim Agostinho a correr nas nossas estradas e saber dos brilharetes que fez no "Tour" de França.

Deste modo a Volta à França é um daqueles momentos (quase) imperdíveis de televisão. Com as normais e anormais vicissitudes decorrentes deste desporto.

Agora que o "Tour" está a terminar (será no próximo Domingo a consagração do vencedor nos Campos Elísios em Paris) recordo belos momentos que pude assistir "on-line". Belos sprints, muitas fugas e algumas complicadas quedas, então aquela de Phillipe Gilbert foi de arrepiar...

No entanto o que eu realmente percebi é que lá em França, tal com cá em Portugal, o público respeita pouco o ciclista e o seu enormíssimo esforço.

Devido à sua curiosidade e pouco civismo os espectadores podem estragar a corrida de um atleta, que durante meses se treinou para o evento. Sei que será quase impossível conseguir manter o público longe da estrada. Mas vê-los encostados aos atletas, parece-me um exagero.

Agora que se aproxima a Volta a Portugal seria bom que os responsáveis lusos avisassem o público português para apoiarem os nossos atletas, mas deixando uma distância razoável de forma a não prejudicar os corredores!

A fim de evitar a imagem seguinte.

tour_1.jpg

Foto retirada do sítio oficial do Tour de 2018

 

 

 

Volta a Portugal em Bicicleta

Lembro-me muito bem como era antigamente a "nossa" Volta.

Sei que percorria o país de lés a lés sem deixar quase nenhuma zona do país sem visitar.

As estapas iniciavam-se quase sempre onde acabavam e por isso tive oportunidades únicas de ver grandes ciclistas portugueses. Falo do saudoso Joaquim Agostinho, do Vencesleu Fernandes, o Leonel Miranda e tantos outros.

Todavia a Volta do século XXI obriga-se a compromissos e deste modo saltam-se etapas que durante anos fizeram história e onde muitas vezes se definia o vencedor da Volta.

Um dos casos é a subida à Torre, na Serra da Estrela. Não tendo Portugal uns Alpes e uns Pirinéus, temos uma montanha que não sendo muito alta comparativamente às de França e Espanha, ainda assim fazia mossa na estratégia de algumas equipas.

Actualmente os corredores quase que andam mais quilómetros de carro, para se deslocarem para o início da próxima etapa, que de bicicleta. Coisa bizarra... Digo eu!

Mas pronto... a Volta está na estrada desde sexta e amanhã já anda por Trás-os-Montes, quando ainda ontem andavam aqui pela zona de Lisboa. Esta coisa de não irem ao Algarve, onde estão sediadas algumas equipas em competição, parece-me também pouco feliz.

É a Volta que temos e a mais, provavelmente, não temos direito.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D