Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Pelo Sporting!

Não imagino se o título deste breve texto se transformará numa palavra de ordem. Mas tenho a certeza que intrinsecamente será o mote.

Quando em Janeiro passado o trouxe a este espaço teci alguns elogios e aos quais não retiro uma palavra... Provavelmente, para ser mais justo, acrescentaria outras.

Como já havia referido no tal meu texto o Pedro Azevedo surgiu no meu caminho assim como por acaso. Jantar para aqui, jantar para ali sob a batuta de um blogue leonino, depressa percebi que este leão teria muito a dar ao Sporting. Bastava que ele estivesse disponível...

Curiosamente hoje, através do seu blogue, o Pedro apresenta-se como candidato quando as eleições ocorrerem.

Assim sendo e confirmando o que já havia escrito, estarei e lutarei a seu lado para o engrandecimento de um clube que não é meu nem dele, mas tão-somente de TODOS os sócios do Sporting.

Foi colocada a primeira pedra para (re)construir o clube.

Mas para isso precisamos de TODOS os sportinguistas! Sem excepção!

Isto não é o Sporting!

Sou adepto do Sporting Clube de Portugal, clube nascido há mais de 100 anos.

Aprendi a amar um clube que diziam ser diferente e do qual sou sócio há 40 anos!

Alguns falavam que era o clube dos ricos, mas o meu pai andou quase sempre dscalço até vir para a tropa... portanto de rico teve pouco ou nada.

Depois falava-se da postura até que alguém estragou aquela imagem exacerbando-se com uma linguagem imprópria.

Todavia não posso olvidar as enormes figuras do futebol nacional que evoluiram neste clube: Peyroteo, Travassos, Jesus Correia, Hilário, Yazalde, Balakov, Cristiano Ronaldo e mais recentemente Bruno Fernandes. E estes exemplos pecam por uma enorme escassez de nomes.

Depois foi o ciclismo e Joaquim Agostinho, no fundo e meio fundo em atletismo com Carlos Lopes, Mamede, os gémeos Castro, Naide Gomes ou Obikuelo e claro está o professor dos professores... Moniz Pereira.

No Hóquei em Patins com Livramento, Chana, Sobrindo, Ramalhete e tantos outros.

Será necessário dizer mais alguma coisa?

Pois é... este Sporting referido acima fará parte da história do desporto Nacional.

Entretanto o clube que hoje reside para os lados do Lumiar é um perfeito mau exemplo de como se consegue destruir num ápice um imenso património desportivo.

O Sporting bateu no fundo, donde dificilmente sairá.

Decididamente este não é o meu Sporting. Para profunda mágoa minha e dos meus.

Ei-lo!

Conheço-o desde que começou a partilhar os jantares do blogue "És a nossa Fé". Pelas conversas que fomos tendo depressa o considerei um homem sereno, lúcido e acima de tudo muito competente.

Gostaria de o ver como Presidente do meu Sporting. Porque tenho a certeza que faria um óptimo trabalho.

Porque é um daqueles sportinguistas que prefere o bem superior que é o nosso clube.

Se se candidatar farei por ele tudo o que preciso. Lutarei a lado dele para que conquiste um lugar na história do clube de Alvalade.

Chama-se Pedro Azevedo.

Escreve aqui e aqui.

Pelo Sporting! É um bom slogan não é?

Quem és tu Sporting? Ninguém!

Ando muuuuuuuuuuuuuuuito triste com o Sporting.

Tão triste que nem me apetece ir ao estádio. Também para ver misérias mais vale estar sossegadito em casa, onde já nem ligo o rádio para escutar o relato. Só o telemóvel vai dando as pobres notícias.

Todavia o que me preocupa nesta (mais uma) crise é a dificuldade que tenho em perceber qual é a filosofia de gestão do actual Presidente.

O Doutor Varandas será muito bom médico acredito que sim, mas como responsável máximo de um clube, que tem milhares de sócios e milhões de adeptos falta-lhe qualquer coisa. Há quem diga que é… carisma. Eu diria que lhe falta competência para ocupar aquele lugar. E lucidez…

Não considerem estas minhas palavras como uma crítica, mas tão-somente a constatação de factos.

Neste magistério do Doutor Varandas saiu Peseiro, Kaiser e Pontes está por um fio. Dizem que poderá vir Abel. Um horror… Antes Vitor Oliveira. Digo eu…

Com esta postura o Presidente continua a adiar as soluções. Será que ninguém lá dentro pensa? Ninguém tem um bocadinho de discernimento para descobrir o que poderá estar menos bem? Ninguém acorda o Presidente deste marasmo?

Tantas propostas que eu vi lançadas antes das eleições e algumas de enorme valor. Tantas… Quem as aproveitou? Quem falou com os autores de forma a requererem ajuda?

Ninguém…

O Sporting continua assim o seu triste caminho para a sua “belenização”. Para gáudio de outros, infelizmente.

Deste modo quando daqui a uns tempos já nada restar do clube, não venham depois dizer que a culpa foi toda dos sócios.

Escrever... fora de casa!

Quando o Pedro Azevedo me lançou o convite fiquei seriamente preocupado com o desafio. Estaria eu à altura?

Porém este amor ao Sporting (mesmo em tempo de derrotas!!!) gera milagres e é inexplicável. Ou melhor explica-se através de um texto que me soube muuuuuuuuuito bem escrever e melhor ainda vê-lo publicado naquele que é já um espaço de referência.

Agradeço humildemente ao Pedro a oportunidade que me deu em me desvendar um pouco mais e, acima de tudo, as palavras que escreveu sobre este que se assima e que mui provavelmente não correspondem à verdade.

E pronto, agora espreitem aqui.

Virus!

Parece um vírus… Quando apanha terreno fértil ei-lo a mostrar-se e a tentar alastrar.

Falo obviamente daqueles adeptos que à sorrelfa, aproveitam os desaires do Sporting para surgirem numa invulgar pujança.

Nas redes sociais e em blogues é vê-los a denegrirem o clube e os seus responsáveis. Tudo porque não se ganhou um campeonato, tudo porque alguém considera que para o Sporting tudo é válido desde que se ganhe, tudo porque consideram que outrém faria muuuuuuuuuuuuuuito melhor.

Olvidam que após a triste Primavera do ano passado, com a debandada de algumas peças importantes da principal equipa de futebol, com a convulsão que seguiu, os jogadores conseguiram trazer para Alvalade dois troféus e curiosamente contra o mesmo adversário, sendo que na Taça de Portugal ainda eliminámos o Benfica.

Para este vírus os verdadeiros sportinguistas têm, todavia, um antídoto. Temos que ser mais fortes, mais unidos, mais imunes e jamais, repito jamais temermos o futuro.

Viva o Sporting!

Dérbi!

A poucas horas de mais um derbi lisboeta e sendo eu um amante de futebol daqueles incuráveis, gostaria de pedir algumas coisas para este jogo:

1 - que as claques se portem e comportem à altura do desafio;

2 - que os adeptos puxem pelas suas equipas de forma ruidosa como é normal, mas sem usarem do palavreado baixo e vil que só ofende quem o profere;

3 - que os intervenientes mais directos joguem bem pois o futebol é, para além de um desporto, um espectáculo que se quer, de preferência, muito bom;

4 - que os árbitros apitem as faltas existentes e não aquelas que pensam ou imaginam que existiram;

5 - que os treinadores ousem!

6 - finalmente e sem quaisquer pruridos que ganhe o Sporting.

 

No (triste) reino do Leão

No universo leonino é mais ou menos consensual que em Portugal há uma espécie de organização com o intuito de retirar o Sporting do grupo dos clubes ditos grandes.

Percebe-se porquê… O dinheiro arrecadado pelo futebol em vez de ser dividido por três seria eventualmente distribuído por menos partes.

Bruno de Carvalho percebeu muito bem isso e depressa colocou um travão nas intenções originando ainda mais anti-corpos contra o Sporting. Todavia deitou tudo a perder com a sua postura recente.

Não consigo provar esta minha teoria, mas percebo, eu e todos os adeptos leoninos, que jornais, televisões e rádios tudo têm feito para menorizar o Sporting. Uma derrota do clube é uma desgraça, enquanto de outros são apenas acidentes de percurso.

Obviamente que este problema não é de hoje. Nem de ontem. Muito menos do tempo de Bruno de Carvalho. Será necessário esticar a memória até aos anos oitenta para se tentar perceber o que correu mal de forma a que chegássemos aqui neste lodo em que o Sporting está actualmente mergulhado.

As (más) contas do Sporting estão novamente na ordem do dia. As redacções editoriais devem banquetear-se com cada má notícia que envolva o emblema leonino. Imagino eu!

Do lado do clube continuam-se a dar constantes tiros nos pés. Ou são as contratações falhadas ou dispensas de jogadores provavelmente de melhor qualidade dos que estão, ou simplesmente a comunicação para o exterior que não funciona. Ou uma gestão, no mínimo, de vão de escada...

Diz o povo na sua imensa sabedoria: “em casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão”. Este é assim o ambiente em Alvalade. Truculento, zaragateiro e venenoso.

Basta ver as assistências nos jogos para percebermos que o futebol leonino vive momentos drásticos. Eu próprio já assumi que esta época dificilmente irei novamente ao Estádio.

Ao invés do que calculei, as últimas eleições não trouxeram nem paz nem aplacaram os espíritos mais revoltados e revoltosos. Calculo que atirar para o anterior Presidente as culpas do que se está a passar agora pode parecer fácil, mas não me parece totalmente justo.

Terá Bruno de Carvalho procedido mal? Certamente! Terá ajuizado incorrectamente algumas situações? Com toda a certeza. Falou quando não devia? Muitas vezes.

No entanto relembro o que escrevi acima. O problema do Sporting vem de longe… de muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito longe!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D