Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Fui ali e voltei!

Hoje fui à aldeia!

Ver os meus pais, as fazendas, os canitos e os gatos.

Tomar consciência que os velhotes estão quase no fim da linha (é a vida!). as fazendas estão repletas de erva (com a chuva recente, pudera!), os canitos continuam barulhentos (bons guardas, eles!) e os gatos continuam distantes (nunca me deram muita confiança!).

As oliveiras começam a vestir-se de uma cor verde clara, para daqui a umas semanas se transformar em ínfimas flores brancas e mais tarde, se a metereologia deixar, em pequenos bagos que irão eventualmente crescer para mais tarde enviuvar. Chamam aqui candeia,  na Beira apelidam de chora. Seja como for é a Primavera a dar as verdadeiras boas vindas à vida, após umas semanas de chuva que tudo atrasou!

A erva alta e verde de agora esconde muitas outras plantas, algumas curiosas e usadas com fins terapêuticos. É o caso desta que ainda está demasiado verde para ser colhida. Daqui a mais umas semanas, após a floração, estará pronta para secar e mais tarde servir óptimas infusões.

Sabem de que planta se trata?

Salva_.jpg 

Regressei ao fim do dia à cidade. Na aldeia ficaram apenas memórias!

A primeira do meu jardim

1foto 1 texto

Resposta a este desafio!

No final do ano passado encomendei a uma empresa francesa esta roseira. Assim que chegou plantei-a e depois o Inverno frio e chuvoso fez o resto. Enquanto as outras ainda não estavam podadas já esta crescia pujante.

Tem mais uns botões a crescer e hoje ao fim do dia tirei esta foto.

Da primeira roseira do meu jardim.

Ah! Só mais uma coisa... chama-se "Abracadabra".

Que raio de nome para dar a uma rosa!

DSC_0317.JPG 

Aproxima-se a Primavera

Hoje dei conta que o Sol já aquece! Com tal intensidade que andei no terraço em tronco nu a lavar o meu carro.

Portanto eis o primeiro sinal de que a estação da renovação da vida está para chegar.

Muita gente adora esta altura pelas flores, pelos verdes campestres, pelas paisagens primaveris. Mas há um reverso da medalha, pois é o tempo do polén e das consequentes alergias... para quem sofre delas. Felizmente não sofro dessa maleita.

Termino com a notícia que as minhas roseiras já começaram a abrir. Então este ano que tenho novidades!

Logo aqui colocarei as fotografias devidas!

 

Será que aguenta?

Uma das árvores de fruto mais bonitas ou eu gosto mais é a laranjeira. Há outrossim a oliveira, mas é verdadeiramente diferente

São várias as razões desta minha preferência. A primeira prende-se obviamente com o seu saboroso fruto. Adoro laranjas. Então se forem daquelas grandes, mesmo que cascudas, não importa... marcham na mesma!

Todavia desde a floração até ao fruto colhido há um longo caminho a percorrer e que eu gosto de assistir. 

A segunda razão prende-se com o perfume que exala das flores das laranjeiras. O aroma doce, cativante que se espalha em redor! De tal forma que é costume aproveitar-se as flores para se secar e com eles se fazerem umas belas infusões. Há quem diga que têm diversas propriedades medicinais, mas neste campo reconheço a minha total ignorancia.

Há ainda na floração o contraste perfeito entre o verde perene da árvore e o branco da flor.

Uma das minhas laranjeiras está carregadinha de flor... Alguma já caiu deixando à mostra nano laranjas. Muitas!

20230414_190408.jpg 

De tal forma são tantas as prometentes laranjas que me pergunto se elas se mantiveram na árvore será esta aguenta tanto fruto?

A época anterior foi fértil não obstante o tempo não ter corrido de feição. Agora tudo depende de alguma chuva que possa cair com violência e que deite ao chão parte destes frutos ou de vento sempre tão fértil neste país.

Aguardemos o futuro. Para já parece risonho!

A gente lê-se por aí.

Eis a Primavera!

Tomo pouco ou nenhuma ateb«nção às datas de início das estações do ano. Por isso quando esta manhã reparei que a Primavera tinha principiado hoje até fiquei espantado.

Assim aproveito para mostrar o meu canteiro de flores que não conheço, mas cuja mistura até fez um efeito todo catita.

canteiro.jpg 

Aguardo entretanto que as roseiras comecem a dar os primeiros botões. O ano passado foi mau ano agrícola, todavia bom para as flores!

A ver como vai ser este ano!

Olá Verão tão envergonhado!

Hoje é o solstício de Verão, significando isto que hoje será o dia com mais luz solar. A partir de amanhã diminuirá até ao solstício de inverno o tempo solar.

Mas este dia, ao invés do normal tem sido caracterizado por frio, vento e de vez em quando umas gravanadas de se lhe tirar o chapéu.

Quando o sol aparece envergonhado por entre as nuvens pumbleas sabe bem e até aquece. Todavia este dealbar de Verão tem pouco de si mesmo e muito mais de uma Primavera austera de calor.

Definitivamente o tempo metereológico já viveu tempos fantásticos com as chuvas a surgirem sempre na altura devida. Hoje temos uma atmosfera muitíssimo desconfigurada, fazendo sol quando deveria chover e chovendo quando deveria estar Sol e calor.

Ainda assim bem vindo Verão mesmo que te envergonhes do teu (mau) estado actual. Entretanto pode ser que melhores.

Mais rosas... do jardim!

Não imagino se foi do estrume que levou, se da cava que dei na terra, certo é que as roseiras estáo este ano cá com uma força...

Depois do florir desta e desta rosa como flores debutantes, eis que surgem novas também a quererem mostrar o que valem.

20220414_141607.jpg 

20220414_141345.jpg 

20220414_141441.jpg

Entretanto estou deveras curioso com uma roseira que me deram. Foi transplantada para a terra há pouco tempo e aguardo espectante o que sairá dali!

A primeira rosa deste ano!

A minha mulher adora jardinagem. Eu... nem por isso, mas calha-me sempre ter que dar apoio, essencialmente a cavar a terra ou a fazer buracos para plantar mais flores.

A Primavera veio chuvosa o que fez com que as flores, quase todas adeptas da água, iniciassem o seu crescimento.

Neste momento jardim está assim (a perspectiva não é grande coisa!!!),

Jardim_2022.jpg

mas já com direito a uma primeira rosa.

Esta!

Rosa_2022.jpg

Estreia balnear

Ainda a época balnear não iniciou e eu já matei saudades da praia. Estreia absoluta este ano!

A manhã por aqui estava meio farrusca! Nem sol primaveril nem nuvens plúmbeas. Um tempo estranho propício, sei lá, para ficar em casa. Digo eu!

Ainda assim afigurava-se tentadora para não ficar em casa. Eis-me em meia hora numa praia vazia com as ondas do mar a espalharem-se docemente pelo areal. Nem parecia um dia de Primavera.

Não fosse um vento oriundo do mar frio e repelente até se poderia dizer que era mais uma manhã de Verão.

Todavia deu para matar saudades. Da praia e das caminhadas estivais

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D