Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Páscoa... dos pobres

Enquanto alguns portugueses andam em trânsito pelas estradas lusas, este que se assina ficou desta vez por casa.

As melhores amêndoas que recebi hoje foi efectivamente levantar-me mais tarde que os outros dias. As oito já haviam tocado no relógio da sala.

Depois... foi trabalhar até à hora do almoço. Este realizou-se em casa do meu filho com uma dúzia de pessoas à volta da mesa e um cabrito que estava estupendo. Pena tenho eu de estar em regime hipocalórico...

Após o almoço regressei a casa para mais uns trabalhos, desta vez envolvendo cimento e apetrechos...

Para Domingo de Páscoa até foi bom... Pelo menos não choveu e o dia esteve espectacular.

Mas com tudo isto nem tempo tive para ir à missa neste dia que é o mais importante para a fé católica. Sinto que me falta qualquer coisa...

Mas amanhã, se tudo correr como imagino, ao meio dia lá estarei na igreja do costume para escutar a escaristia.

Esta foi a celebração possível da Páscoa de um pobre de Cristo!

Sexta-feira de Paixão!

Iniciou-se hoje o fim de semana pascal. Um dia em que evito comer carne. 

Todavia náo o faço porque a minha igreja ordena, mas unicamente como uma atitude simbólica interior, numa época em que ninguém gosta de se privar seja do que for.

Passamos o ano a correr e a fugir que nem damos conta que somos apenas pessoas. Depois surjem estes dias para através da fé e da crença pura podermos serenamente procurar a paz interior.

Sou um homem que tem na fé católica a sua (boa) referência. toda a gente o sabe. É por isso que procuro nestes dias da Paixão de Cristo um renovado sentido para a minha vida.

Santa Páscoa para os meus amigos leitores e comentadores.

A gente lê-se por aí!

Tempo de Páscoa

Aproxima-se a Semana Santa.

Para muitos é época de férias, para mim é a semana de algum recolhimento.

Passamos o ano a andar de um lado para o outro, a criar amigos e quiçá inimigos, a viver a vida depressa demais que não temos tempo. Tempo para pararmos, para sentir o pulsar do nosso coração, de tentar perceber o que vale a pena deste tempo que por aqui passamos.

Um destes dias em tom meramente de brincadeiira e por causa de um jogo de sorte ao qual nunca me candidato, afirmei:

- Não desejo ser rico, não quero ter esse problema de pensar onde gastar o dinheiro...

Mas insistiram na questão se me saísse um ror de euros que faria?

Facilmente respondi:

- Dava aos pobres. Mas aos verdadeiros que são aqueles que passam dificuldades e nunca se queixam, aceitando a desdita de forma estóica.

A Páscoa podia ser isto também. Olhar os outros com os mesmos olhos que os vemos em épocas natalícias.

É que a fome e a miséria não tem festas...

O meu Domingo de Páscoa

Acordei cedo (já não sei o que é dormir até tarde na cama, faz muuuuuito tempo!). Preparar a tralha para o regresso dá muito trabalho.

Viagem até Lisboa e uma corrida para almoçar.

Almoço despachado volto para casa arrumar a tralha trazida.

Carregamos sempre tanta coisa.

Quando dei por mim era quase de noite.

E pela primeira vez em muitos anos não fui à missa no Domingo de Páscoa.

Neste dia gostaria de ter escutado o Evangelho.

Ouvir uma homília repleta de esperança e vida.

Ter comungado o Corpo de Cristo

Sentir a Palavra de Deus entrar em mim.

No entanto estive tão longe de tudo isto... tão longe.

 

Celebrai a Páscoa!

De todas as festas religiosas para os católicos, a Páscoa será aquela de maior sentido. Não importa perceber como um Homem morreu e depois Ressuscitou. O que realmente interessa é que todo o homem está a tempo de se renovar.

A natureza faz tudo bem feito. O ser humano apenas descodificou para que todos consigamos perceber este mistério que é a renovação da natureza.

Pelo Ano Novo é fértil dizer-se "Ano novo, vida nova" como se a mudança de um dia de calendário alterasse algo na nossa vida. Porém a lei normal da Natureza tem aqui muita força. E assim, é perfeitamente aceitável que a partir desta época possamos ser um pouco diferentes. Essencialmente para melhores...

A Páscoa católica celebra a vida que venceu a morte. Na Primavera todo o mundo natural acorda com a luz e para a luz. Ora o homem é na sua essência outrossim um animal. Daí a restauração da vida com a chegada daquela estação do ano.

Portanto meus amigos... trago aqui uma visão um tanto antagónica ao que a liturgia ordena. Mas olho a minha fé à luz da minha interpretação e não presa a qualquer dogma da Igreja.

Deste modo caros leitores... desejo que a Páscoa nasça todos os anos nos vossos corações. Que o espírito de renovação seja uma certeza.

Santa Páscoa!

A gente lê-se por aí

Semana Santa!

Ontem cá em casa alguém relatava que antigamente a Semana Santa era uma semana de profunda tristeza, onde não havia televisão, pouca rádio e muito menos risos.

Quase meio século passado pouca gente liga hoja à Semana Santa. Ou melhor até gostam porque sempre há um feriado, que até é à sexta e dá para ir passear.

Nesta semana regresso, no entanto, àqueles dias tristes de antigamente. Não que ande triste, mas contenho-me nas festividades e almoços com colegas e amigos.

Mas nada desta minha postura tem a ver com alguma ordem religiosa. É um sentimento muito pessoal e não pretendo com isto influenciar rigorosamente ninguém.

Esta semana, para mim, é de meditação, de uma procura incessante da cura para os males da humanidade através da oração, de tentativa de olhar a dignidade do homem pecador e pedir que Jesus, preso na Cruz, me ajude a contemplá-lo com a certeza da Sua magnífica capacidade de perdoar.

Esta é a minha Semana Santa. Assim me ajude Deus!

 

Páscoa - II

Nada melhor que terminar este dia com uma missa em Lisboa ministrada pelo meu amigo Padre Jorge Anselmo. 

A verdadeira Páscoa começa hoje e não se circunscreve somente a este dia. Segue a partir de agora... pois todos os dias são dias de renovação interior.

Andamos muitas vezes demasiado preocupados com o que nos rodeia, com aquilo que acontece aos outros e não olhamos para nós mesmos.

A Páscoa serve essencialmente para encontrarmos no fundo da nossa alma, espirito, seja o que for, a razão soberana para os nossos sentimentos.

Páscoa

Todos procuramos um sentido para as nossas vidas.

Muitos encontram-no bem cedo. Outros demoram mais tempo.

A Páscoa não é somente uma festa católica que origina uns feriados e também há quem coma umas amêndoas. Ah! pois esqueci-me dos coelhos e ovos de chocolate...

A vivência dos momentos Pascais é uma experiência inolvidável. Refazermos os nossos dias passados tendo como pano de fundo a Ressurreição de Cristo deveria ser o nosso sentido para estes dias.

Durante muitos anos perguntei a mim mesmo qual o verdadeiro caminho para o meu futuro.

A resposta curiosamente surgiu nesta fé que hoje carrego comigo como sendo o fio condutor que liga o meu passado, o presente e por que não dizê-lo... o futuro.

Folheio interiormente os meus dias com a serenidade dos anos vividos. E recolho desses momentos novos momentos!

 

Para todos que aqui vêem desejo uma Santa Páscoa.

Que não seja somente mais um dia festivo, repleto de iguarias mas também um assumir genuíno de novos sentidos para a vida de cada um de nós!

A gente lê-se por aí!

1000

Este será, segundo as estatísticas da Sapo o post nº 1000. Numa sexta-feira da Paixão de Cristo. Não há mesmo coincidências mas "Deuscidências".

Poderia falar do que foi a minha vida neste espaço, a minha relação com os leitores e comentadores, das amizades que aqui fui cimentando. Mas não vou escrever sobre isso...

Curiosamente ou não ontem à noite recebi uma mensagem de um velho amigo que está distante. Um homem que vê a fé através de outros olhos, um homem que marcou para sempre a minha vida. Por isso nada melhor que reproduzir, com a devida vénia ao autor, a sua mensagem.

Sinto-me humildemente grato pelas palavras que escreveu, daí divulgá-las aqui. Bem-haja A.

 

"Venho desta forma desejar-lhe uma Santa Páscoa na vivência do mistério da Vida na fé. Desejo que este tempo que agora vamos viver seja tempo de contemplar o grande mistério que é a vida e com ele percebamos a grandeza da existência e o quanto ela é bela. Mergulhamos no mistério do sofrimento, da dor para nos reerguermos para um novo modo de viver, libertados de amarras que nos escravizam e nos paralisam, atrofiando a beleza da liberdade. Que o mistério pascal seja uma verdadeira passagem para uma nova forma de encarar a vida com o que ela tem de belo e eloquente. “Morte e Vida combateram, um duelo tremendo mas o príncipe da vida reina vivo após a morte” – da sequência Pascal Creio, que a nossa existência é este permanente duelo, em que umas vezes a morte aparentemente vence e reina através da escuridão, mas a fé diz-nos que a palavra final é a da Vida que é Jesus em quem acreditamos. É esta vida que quero partilhar consigo e agradecer-lhe a sua presença amiga na minha peregrinação terrestre. Partilhar a vida numa oblação permanente é a dádiva que podemos fazer de nós mesmos, levando ânimo, esperança e alegria renovada à vida dos que se cruzam connosco. Mesmo quando tudo é fugaz. Aprendemos sempre e tudo nos ensina. Obrigado por o fazer comigo. Santa Páscoa e que Jesus Luz ilumine todos os recônditos da nossa existência. Grande abraço amigo"

Pensamentos para um fim de dia

 

Por vezes dou conta que não vale a pena!

Não vale a pena amar, porque somos traídos…

Não vale a pena gostar, porque sentimos desilusão…

Não vale a pena apostar, porque perdemos sempre…

Não vale a pena desejar, porque nunca teremos…

Não vale a pena esquecer, porque nos lembramos eternamente…

Não vale a pena rir, porque apetece chorar…

Não vale a pena entender, porque nada há para perceber…

Hoje neste fim de Domingo de Páscoa, bateu-me uma tristeza, uma melancolia que não sei explicar.

Gostaria de dizer tanta coisa a tanta gente mas falta-me a coragem!

Porque será?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D