Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Covid - o fim de uma estória má!

Parece que desta vez é que a OMS comunicou que deixou de haver emergência médica. OU dito por outras palavras o Covid... já era!

Desde 2019 até hoje muito se escreveu sobre uma gripe que ainda está por explicar a sua origem! Uma pandemia que infectou mais de 765 milhões de pessoas por todo o Mundo originando mais de 20 milhões de mortes.

O famoso arco-iris simbolo da ideia de que tudo iria fivara bem deverá ser guardado provavelmente para a próxima pandemia, que pode ser já para o ano ou daqui a muitos.
O curioso é que durante este tempo de infecção li muitas vezes que o Mundo jamais seria o mesmo, a importância do outro seria agora sempre mais relevante, os afectos mais assumidos.

É sempre muito bonito escutarmos estas ideias, desejos ou meras espectativas porque, ao fim e ao cabo, hoje olhamos para a nossa realidade e parece que nada aconteceu.

Portanto não aprendemos nada! Rigorosamente nada!

Se amanhã ou daqui a 10 anos voltar a acontecer algo semelhante, ninguém irá recordar estes últimos quatro anos, ninguém!

Foi uma estória má que todos querem, olimpicamente, olvidar!

Vícios

A Organização Mundial de Saúde considera que o vício em videojogos é uma doença do foro psiquiátrico.

Face a esta resolução da OMS podemos estar a um passo de dizermos que todos somos doentes mentais. Porque todos temos tendências viciantes. Ou não?

Fumar, beber, jogar em casinos, totobolas ou euromilhões, fazer compras, tudo pode tornar-se um vício. E se assim for assumido, (quase) todos nós somos doentes do foro mental, porque raras são as pessoas que não têm vícios.

Eu próprio, que costumo dizer não tenho desses vícios que estragam as vidas pessoais e não só, posso considerar-me um doente mental já que não passo um dia sem que escreva qualquer coisa. E quando isso não acontece quase que fico de ressaca, qual toxicodependente.

Face ao que precede parece-me assim pouco razoável que uma organização Mundial venha publicamente afirmar que o gosto por videojogos seja uma doença.

As empresas fabricantes deste tipo de actividade devem ter delirado com esta assumpção.

Mais sobre mim

foto do autor

Posts mais comentados

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D