Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Obras em casa: desinstalou-se o caos!

Iniciei ontem a devolução dos objectivos retirados aos seus devidos lugares, após dois fins de semana dedicados à pintura do interior da minha casa.

Desmanchar é muito mais fácil que montar. Comecei pelos candeeiros de tecto, para logo a seguir repor espelhos e molduras dos interruptores e tomadas electricas. Um trabalho moroso e acima de tudo... chato!

A fase seguinte compôs-se em ajustar os móveis aos seus lugares originais. Mas antes houve que limpar do pó que foi poisando em cima dos móveis.

Da garagem que serviu de armazém foram saindo os objectos, alguns deles com algum cuidado. Está agora vazia!

Portanto agora falta só o lustro final que só será mais perto das férias.

Obras em casa: instalou-se o caos!

Sempre ouvi, e nem imagino se é verdade, que os ciganos quando querem mal a alguém dizem no seu sotaque tão próprio: "ai só espero que tenha obras lá em casa"!

Na realidade eles estão certos, porque fazer obras em casa é um estrafego.

Há uns meses a minha mulher achou que a nossa casa de férias necessitava de ser pintada por dentro. Do achismo feminino à concretização da situação mearam uns meses, mas estamos actuamente no meio... da total confusão.

Antes do fim de semana passado fui retirar tudo do andar de cima e colocar no de baixo. Hoje foi o inverso com a agravante de mais umas coisas de baixo para cima para que no próximo fim de semana o pintor venha para cá acabar o trabalho.

Neste momento a minha garagem parece uma daquelas cass de velharias onde se encontra de quase tudo: mobílias centenárias, outras nem tanto, rádios, loiças antigas, livros, revistas, brinquedos, candeeiros ou relógios de parede.

garagem.jpg

O pior ainda virá depois com a reposição das coisas nos seus devidos lugares...

Razão terá o senhor cigano. Ele sabe o que deseja... para os outros!

Obras em casa! - #2

Já estive mais longe de me imolar pelo fogo. Estou a pé desde as sete da manhã a arrumar as coisas nos seus lugares, após uma semana de pinturas de somente dois quartos: o meu e o que foi durante anos dos meus filhos e que passará brevemente a ser da minha neta.

Mas o que retiro deste dia é uma conclusão breve e sucinta e que se resume numa breve questão: para que quero eu tanta coisa?

Bom, cada vez penso mais em desfazer-me do que é superfluo, já que os descendentes não vão querer as minhas roupas, nem dar uso a qualquer dos móveis que enchem quartos e salas.

E tenho de lhes dar razão. Há coisas em que mexo somento quando assumo nestas andanças.

Desde as sete da manhã até perto das 10 da noite parece demasiado tempo, mas foi aquilo a que tive direito. Já ouvi dizer que para o ano haverá mais...

Dessa vez é que me vou imolar com gasolina...

Obras em casa!

Não sei se é um mito, mas sempre ouvi dizer que quando um cigano deseja mal a quem diz: espero que tenhas obras em casa.

Então desde o início desta semana que tenho a casa virada do avesso por causa de pinturas. Assim o meu quarto e o ex-quarto dos meus filhos foram sujeitos a pinturas.

Ora bem para que tal acontecesse tive de tirar aquilo que fosse mais pequeno dos quartos: quadros, mesas de cabeceira, cómodas, cortinados, lustres e até os espelhos das tomadas e interruptores foram retirados.

Agora tenho a sala, escritório e cozinha atafulhadas de mobílias. Acabaram-se já hoje as pinturas e portanto amanhã recolocam-se as mobílias.

Mas neste momento a confusão dentro de casa é imensa. Ando sempre à procura de qualquer coisa.

Portanto o cigano tinha toda a razão!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D