Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Uma alegria nunca vem só!

Ontem aconteceu algo com os meus blogues que foi inédito: então não é que ambos os blogues tiverem direito a estarem no top 10 dos blogues mais comentados?

Em bom rigor até poderia dizer 3 porque também escrevo umas coisa no "És a nossa fé", mas o postal não foi meu e deste modo só dou quitação dos meus blogues.

mais_comentados.jpg

Deste modo não me canso de agradecer a quem tão simpaticamente aqui vem deixar uma palavra que a leio sempre um estímulo para continuar a escrever!

Hoje, nem sei bem porquê, senti-me muito contente. Ou como escrevi no título: uma alegria nunca vem só.

A gente lê-se por aí!

Nove anos de José da Xã!

Fez no passado dia 20 de Janeiro nove anos que abri o espaço José da Xã.

Na altura achei importante ter algures um repositório de uma escrita, se não muita trabalhada, pelo menos sem ter cariz opinativo.

Naquele blogue estão lá cerca de 240 textos publicados, entre contos, prosas, crónicas e até um conjunto de poesias escritas por alguém que não conheci, mas que esteve ligado à família.

Fazendo uma média do tempo decorrido diria que dá pouco mais de 26 textos por ano ou indo mais ao pormenor cerca de 2 textos por mês, aproximadamente.

Curiosamente e desde que começaram a aparecer desafios como os dos Desafios dos Pássaros e mais tarde os da Ana de Deus, agora os da Fátima e mais recentemente da Cristina aquele espaço passou a ter maior actividade.

Depois… bom depois há cerca de um ano nasceu uma musa que tem sido o foco de alguma da minha triste escrita.

Estou a criar um ficheiro de estatísticas para o tal blogue de forma a perceber o que me tem acontecido desde 2012.

Entretanto vou continuando por lá a escrever…

Uma dúvida que me assiste!

Gosto de estatísticas e as da SAPO servem perfeitamente os meus interesses.

Por isso de vez em quando vou lá em busca dos números ou termos de pesquisa, localidades e origens das visitas.

Neste espaço já encontrei um pouco de tudo em termos de buscas, mas nada que me ofendesse ou que me tirasse o sono.

Todavia achei curioso que no meu outro blogue, o tal da escrita mais elaborada (ou talvez não!!!), tenha encontrado hoje nos termos de pesquisa a palavra... amazon!

termos_pesquisa.jpg

Não é que a palavra me faça comichão no céu da boca, mas ainda gostaria de entender como é que esta palavra aparece associada àquele pobre e triste blogue?

Sair devagarinho...

Toda a minha vida escrevi.

O início foi em papel, depois numa velhinha máquina de escrever Hermes 2000 (reparem no cabeçalho... está lá!) e por fim nas novas tecnologias. Todavia continuo a gostar de manuscrever, se bem que com isso tenha dois trabalhos…

Durante anos juntei textos e mais textos. De vez em quando revisito-os, tentando entender o que era a minha cabeça desde há meio século e acima de tudo descobrir como ela evoluiu até ao que sou hoje.

Justamente por isso reconheço que no princípio aquilo era mui pobre, triste e confuso. Mas só podia… a juventude é um mar revolto de certezas incertas.

Avancemos célere no tempo até… 2012, quando criei em Janeiro daquele ano o blogue José da Xã.

Um pequeno passo para a humanidade, mas para mim foi um salto de gigante, já que os meus escritos passariam a ser visíveis por quem visitasse o blogue. Um risco incalculado porque jamais soube no que me estava a meter.

Passados estes oito anos de muitos textos inéditos e muitos desafios sinto que é tempo de correr as cortinas e colocar a tabuleta de fim de exercício.

Mas faço-o conscientemente agora porque considero que este parece-me ser o momento certo, a altura ideal.

Foram anos maravilhosos. Escrevi lá algumas coisas giras e outras menos engraçadas, mas o mundo não são só rosas… há que considerar alguns espinhos.

Entretanto continuar com este blogue onde me apraz outrossim escrever e, portanto, não vou fugir nem desaparecer.

Obrigado a todos quantos me estimularam a escrever. Sou definitivamente um privilegiado. E digo-o de coração cheio de bonitas palavras que ali fui recebendo.

Bem-hajam.

A gente lê-se por aí!

Quem diria?

A escrita têm-me dado muitas alegrias, assim como me tem apresentado propostas e amigos diferenciados.

Talvez por isso, e não só, desde há uns anos criei um outro espaço para escrever outro género de textos.

Muitas estórias e poesias são a essência daquele blogue que tem o nome deste autor.

O curioso é que hoje reparei que aquele sítio já contava com 1000 comentários. Um conto* de opiniões e contra opiniões e que me deixaram hoje deveras orgulhoso.

Quem diria?

1000comentJX.jpg

 

* Conto - unidade de medida que corresponde a 1000 (p.e. um conto de réis seria igual a mil réis)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D