Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Estatísticas no (meu) mundo!

Nas Estatísticas que a plataforma SAPO muito bem disponibiliza poderemos, para além do número de postais publicados, comentários ou reacções, encontrar dados sobre a quantidade de visitas e visualizações e origens Nacionais e Internacionais dessas mesmas visitas.

Gosto de olhar para aquelas estatísticas, sejam elas nacionais ou estrangeiras e tento entender o que vou constatando.

O mais curioso que observei recentemente referente a este espaço, prende-se uma uma alteração das origens das visitas oriundas que países estrangeiros. Se nas estatísticas referentes a anos mais longínquos é o Brasil (a aproximação linguística é a maior razão... digo eu!) o país com um valor maior, desde há um ano este país irmão foi ultrapassado pela nórdica Suécia.

Isto é algo surpreendente porque não conheço rigorosamente ninguém naquele país e admira-me, por isso, este virar de agulha da América do Sul para o Norte da Europa.

Os dados referentes ao último ano seguem agora, comprovando a minha estranheza. 

  1. Suécia - 443
  2. Brasil - 204
  3. Bélgica - 193
  4. Estados Unidos - 140
  5. Espanha - 101
  6. Luxemburgo - 86
  7. França - 81
  8. não definido - 73
  9. Alemanha - 70
  10. Reino Unido - 57
  11. Holanda - 48
  12. Suíça - 36
  13. Noruega - 26
  14. Canada - 20
  15. Cabo Verde - 19
  16. Itália - 18
  17. Moçambique - 17
  18. Angola - 11
  19. Irlanda - 11
  20. China - 10

Regresso aos números redondos!

Sei que este é um tema recorrente neste espaço, mas como já escrevi noutros postais sempre gostei de números redondos ou estranhos. Por exemplo, quando antigamente apanhava um autocarro para a escola e comprava bilhete (muito tempo antes da introdução do passe social) costumava ver o número inscrito naquele pedaço de autorização para andar de transporte. Se aquele fosse uma capícua ou mais dificilmente um número redondo era certo que o guardava por esntre as páginas de alguns livros.

Certamente daqui a muuuuuuuuuuuitos anos os meus netos poderão ter a ousadia de abrir um livro desses que eu conservo e verem sair de lá pequenos bilhetes sem saberem a razão de ali se encontrarem.

Também neste mundo da blogosfera me socorro amiúde das estatísticas da SAPO Blogs para ali encontrar, de vez em quando, números curiosos.

Desta vez é um número redondo de comentários...

30000.jpg 

Se é certo que muitos deles, diria quase metade, correspondem às minhas respostas, ainda assim há muitos que não são meus e são trocas entre leitores e comentadores.  Finalmente reparem neste número de há quase oito anos... Quanta mudança...

No fundo estes valores acabam por explicar muita coisa. Essencialmente porque ando (ainda) por aqui. Quiçá com menos intervenções externas, talvez já tivesse abandonado este caminho.

Mas são os meus fiéis leitores e comentadores que me fazem (e bem) andar nesta roda-viva!

A gente lê-se por aí!

Sempre focado!

Este é um daqueles postais que deveria ter escrito há mais ou menos um mês. Não o fiz na altura faço-o agora como adenda.

Repito a ideia de que quando principiei a escrever na blogosfera estava longe de perceber onde me tinha metido. Fui escrevendo normalmente e publicando sem qualquer assiduidade e interacção com eventuais leitores.

Quando transferi para a SAPO o meu blogue rapidamente percebi que as coisas haviam mudado e que principiava a exibir de uma maior troca de comentários com outras pessoas.

Foi nessa altura que entendi que deveria juntar toda a informação sobre a minha escrita num ficheiro, qual base de dados. Se bem o pensei, melhor o fiz e hoje posso dizer que tenho a informação (quase) completa sobre aquilo que escrevo. E também sobre as reacções que fui tendo ao que publiquei e ainda publico (leia-se comentários).

Dito isto afirmo com uma anormal segurança que já publiquei neste espaço mais de 5 mil postais. Que receberam perto de 30 mil comentários e mais de 3500 reacções.

Muita gente me pergunta porque tenho isto assim organizado? Respondendo com sinceridade reconheço que também não sei, até porque não sou um especialista em estatísticas. Todavia estou a pensar em revisitar cada texto que publiquei e tipificá-lo, de forma a ser mais fácil consultar.

Sei que será um trabalho árduo. Da mesma forma que tenho consciência que um dia tudo isto será atirado para o lixo pelos meus descendentes. Não importa... Enquanto eu tiver algo onde me focar não andarei por aí a gastar dinheiro em raspadinhas ou ver aquelas estúpidas reportagens sobre a morte, em condições muito estranhas, de um melro num quintal, em Alguidares de Cima.

Seria bom que todos, mas todos mesmo, tivessem na vida um foco sobre o qual se debruçarem e empenharem (e não estou a falar apenas de trabalho). Provavelmente existiriam muito menos doenças mentais, já que o ócio e a preguiça parecem ser terrenos propícios para o desenvolvimento daquele género de doenças.

Eis-me então sempre focado! Pelo menos enquanto tiver tino!

Para mais tarde recordar!

Desde que comecei a escrever na blogosfera, há 15 anos, criei uma espécie de base de dados. Nela poder-se-á encontrar todos os meus textos com a respectiva ligacão à internet, a data da sua publicação, os números referentes à quantidade de comentários, favoritos e informação complementar referindo os destaques, assim como o número de visitas e visualizaçóes.

Faço isso para os meus dois blogues pessoais e para um outro onde escrevo em conjunto com outros escribas, sendo que neste só retiro dados referentes â minha escrita.

Depois aproveito esta informação para fazer gráficos e perceber qual o ano em que escrevi mais postais, ou o ano com mais comentários e afins!

Dito isto, estes ficheiros servem também para revisitar antigos textos com maior facilidade e no fim perceber qual foi a evolução da minha escrita e acima de tudo do meu pensamento.

Tenho perfeita consciência que esta minha mania será para muitos mais uma maluquice, mas quero crer que daqui a muuuuuuuuuuuitos anos alguém vai achar interessante e útil esta informação. Ou provavelmente até  não! Fica a dúvida!

A gente lê-se por aí!

Número redondo!

Se na minha vida do dia a dia sou muito flexível (uma forma simpática de dizer desorganizado!), já na minha escrita sou muito mais metódico.

Para ambos os blogues dos quais sou responsável, há um pequeno fiv«cheiro que diariamente vou alimentando com a informação que vou recolhendo, seja através das estatísticas da plataforma da SAPO, seja através de dados meus.

Bom tudo isto para dizer que na semana em que lancei o meu livro, este meu outro blogue recebeu o seu comentário número... 2000!

Conforme se pode comprovar nesta pasta retirada da minha caixa de mail onde arquivo todas as mensagens que recebo.

JX_2000.jpg

Vejam lá o número... quase tantos exemplares como o da primeira edição do meu livro (mentira!!!). 

A feliz contemplada foi a Mafalda do blogue Cotovia e Companhia. Assim esta fantástica sonetista irá receber como prémio um Obrigado e um Abraço. E uma viagem à Lua num vôo muito esp(a)cial da TAP.

É que a vida de escritor não dá para muito mais!

A gente lê-se por aí!

Impensável...

A minha escrita blogosférica divide-se entre dois mundos. Este naco, onde diariamente vou depositando as minhas ideias e um outro onde tento usar de uma escrita e temas diferentes. Se este último é frequente usá-lo para desafios de escrita ou alguns textos mais inspirados, já o LadosAB serve para acolher tudo o resto que sinto e penso, seja quotidiano, saúde, política ou simplesmente alguma salutar parvoíce.

Ora se me dissessem há uns meses ou até anos que este mesmo blogue teria, um dia, menos visitas que o outro, eu diria que seria impossível!

Pois é... mas à custa de diferentes exercícios e desafios de escrita propostos por tanta gente boa, a verdade é que, pela primeira vez, o blogue José da Xã conseguiu ontem a belíssima proeza de ter mais visitas que este pedaço.

Algo que o meu espírito jamais conceberia.
Realmente o impensável aconteceu...

                 

Ladosab_estt.jpg JDX_Estt.jpg

Não poderei assumir, como é óbvio e vísível, que a diferença seja enorme, mas é indubitavelmente real!

A gente lê-se por aí!

Outro número redondo!

Desde que comecei a receber comentários nos meus blogues logo percebi que deveria criar um pasta onde arrumasse as respostas aos meus postais.

Foi por isso que criei na caixa de correio electrónico uma imensidão de pastas cada uma delas referentes aos meus diversos blogues e também aos blogues onde vou comentado.

Todos os dias vou arquivando. E já me têm valido de muito...

Mas hoje após arrumar alguns comentários recebidos dei conta deste número redondo,

15000 comentarios.jpg 

Pode parecer só mais um número (e é!)... mas 15 mil comentários parece-me já muita coisa. Com toda a certeza muitos de vós que aqui vêm terão muuuuuuuuuuuuuitos mais comentários que eu, mas como dou sempre muito valor ao que tenho, parece-me até bastante!

Obrigado a quem aqui vai deixando uma palavra. Sabem sempre bem!

Bom fim de semana e a gente lê-se por aí!

Breves curiosidades coloridas!

Assim que começou o desafio “Caixa de lápis de cor” lembrei-me de criar uma espécie de base de dados com os textos e respectivas reacções. E quando digo reacções, estas envolveram obviamente os comentários e favoritos.

Se toda a comunidade tivesse escrito deveriam então ter sido publicados 260 textos (20 bloguers x 13 cores). Mas como alguns elementos entraram mais tarde e outros deixaram de escrever “apenas” foram escritos 229 postais coloridos.

Mesmo assim os textos originaram ao todo 6021 comentários e 632 favoritos, repartidos pelos autores que a lista infra demonstra.

Comentários Favoritos BLOGUERS
549 59 Luísa
466 57 Isabel
439 54 José
407 36 Ana Deus
356 38 Fátima
350 59 Concha
343 16 Ana Mestre
318 33 Miss Lollipop
306 36 Maria
300 24 Cristina
299 22 Célia
280 22 Maria Araújo
274 22 Bii
263 22 Peixe Frito
241 17 João-Afonso
210 31 Ana D.
198 41 Charneca
142 22 3 face
140 17 Olga
140 4 Marquesa
     
6021 632  

 

Outros dados curiosos que não se veem neste quadro, mas num outro que originou o supra, prendem-se com o facto desta comunidade, no dia seguinte à publicação dos textos, dominar quase por completo o quadro de honra dos blogues mais comentados da plataforma SAPO.

Acresce ainda dizer que dos 20 elementos que constituíram esta comunidade 12 estiveram uma ou mais vezes no top10 dos mais comentados. O que equivale a 60% dos colaboradores.

As cores também ofereceram informações engraçadas já que a cor com mais comentários e favoritos foi a cor… laranja! Quem diria? Com 578 comentários e 65 favoritos. Em segundo ficou o Verde-claro com 523/44.

A cor menos comentada foi o azul-marinho com apenas 272 comentários, mas com 49 favoritos. Talvez se explique esta situação por ter sido o primeiro texto do desafio e quando havia ainda muita gente a entrar (eu incluído).

Portanto era esta a surpresa final que reservei para todos vós.

Entretanto se alguém tiver interesse no ficheiro basta pedir através do meu mail ou melhor ainda, através da caixa de comentários que eu enviarei, com todo o gosto.

Não sei se será útil, mas fica a informação para memória futura!

A gente lê-se por aí!

(Em permanente actualização!)

Neste desafio já finalizado participaram para além da mentora Fátima, também a Concha, A 3ª Face, a Maria Araújo, a Peixe Frito, a Isabel, a Luísa De Sousa, a Maria, a Ana D., a Célia, a Charneca Em Flor, a Miss Lollipop, a Ana Mestre, a Ana de Deus, a Cristina Aveiro, a bii yue, o João-Afonso Machado , a Marquesa de Marvila, a Olga Cardoso Pinto e eu próprio.

Estatisticamente...

Nunca tendo eu estudado economia, finanças ou algo do género, tenho um gosto especial por estatísticas. Falta-me depois o conhecimento técnico para olhar para os dados e interpretá-los.

Desde que iniciei a escrever na blogosfera e essencialmente a partir do momento que os comentários começaram a cair na minha caixa de correio, que optei por criar um ficheiro em Excel onde plasmasse os dados que ia obtendo, separado por ano.

Ao fim de decorridos os 365 dias tenho um pequeno gráfico que demonstra o meu trabalho durante o último ano.

Pelo gráfico infra, que refere somente os últimos cinco anos, posso assumir que entre 2020 e o dia de ontem, o LadosAB foi inundado de comentários. Quase o dobro do ano anterior. Daqui retiro a conclusão simples de que a interactividade foi muito maior entre mim e os restantes comentadores, do que em anos anteriores. Mais... este número tem vindo a subir de forma quase exponencial. Note-se que em 2016/2017 não cheguei a receber 1500 comentários em oposição aos 4253  recentes.

Perante estes números venho mais uma vez agradecer a quem aqui vem botar opinião, ideia ou tão-somente colocar um sorriso. A blogosgfera também é isto: amizade!

A todos um enormíssimo bem-hajam!

A gente lê-se por aí!

 

Grafico_2020_21.jpg

 

Um singelo agradecimento!

Nunca a minha vida profissional esteve ligada às estatísticas. No entanto isso não invalida que eu não tenha interessa pelos dados estatísticos que se vão cruzando na minha vida.

A blogosfera não fugiu à regra e talvez por isso olhe para os dados que a plataforma SAPO disponibiliza para tomar o pulso à minha vida de bloguer sem importância.

As reacções vão-se somando. Assim como as ligações e outros eventos semelhantes, de tal forma que hoje dei conta de um número redondo: 2000.

reaccoes_estt.jpg

Coube à Ana essa simpática situação, sem que o soubesse, e por isso até fiz uma pequena quadra como brincadeira.

Posto isto venho mais uma vez humildemente agradecer, a quem por aqui passa e vai deixando a sua pégada… digital!

Bem-hajam!

A gente lê-se por aí.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D