Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Temos artista!

1Foto 1texto

Resposta a este desafio!

Tenho diversas máquinas fotográficas. Comecei com uma Yashica que tem nmis de 40 anos, ainda a película, para depois surgirem outras mais modernas, digitais e prontas a disparar (enqunto houver bateria).

Há uns tempos largos a minha neta apercebeu-se do uso da máquina fotográfica e pretendeu também experimentar. Sob a minha atenta supervisão ela disparou sobre tudo e todos. Certo é que com o tempo foi-se aperfeiçoando. E se há coisas que ela fotografa sem gracinha nenhuma, há outras que têm imensa piada... Diria de artista consagrado.

Como o exemplo da fotografia infra, que quando a vi achei bem interessante. Creio que a cachopa de somente quatro anos tem queda para a coisa. Espero é que saiba onde e quando cair!

DSC_0359.JPG 

Já agora sabem o que é esta fotografia?

50 ou 60: haverá diferenças? (republicação com alterações)

Resposta a este pedido da minha amiga Isabel!

A Luísa do “Pepita” é que me estimulou a escrever sobre este tema do meio século de idade. Porém lembrei-me que já havia escrito algo sobre o assunto, aqui mesmo. Fui reler.

A verdade é que hoje com 60 anos não aparento (ainda) a idade que realmente tenho (é o que dizem!!!), continuo à espera (mea culpa) de publicar o tal livro consegui finalmente publicar um livro e estou a preparar um segundo e passei a ouvir pior devido a dois AVC’s/AIT’S como lhe queiram chamar, que me afectou profundamente aquele sentido.

Quanto ao resto… não noto interiormente enormes diferenças. Como repetidamente vou dizendo por aí: tenho a experiência dos 60, amo como se tivesse 30 e brinco como se tivesse 15.

É certo que ao meu redor muita coisa mudou na última dezena de anos: os filhos acabaram os cursos e estão a trabalhar, um deles casou casaram ambos e já foram pais de meninas, nasceram 3 sobrinhos-netos, os meus pais estão bem mais velhotes e eu estou mais próximo da reforma já estou reformado.

Agora também escrevo mais, leio mais, viajo mais, vivo mais… Mas unicamente porque tenho disponibilidade para tal (ai quem dera esse ano!).

Entretanto todas as manhãs continuo a agradecer o acordar para enfrentar os desafios que me vão sendo propostos. Quanto a sonhos… bom… esclareço que já me deixei disso. Há muito. Posso desejar visitar este ou aquele local, mas nunca passará de um mero desejo que poderei ou não realizar. E se nunca lá for paciência… Jamais entrarei em colapso…

Portanto será bom para quem chegar a estas idades, 50 ou 60, se vá libertando dos excessos de desejos, vontades, sonhos e se preocupe unicamente em viver o dia a dia.

Só assim se será realmente feliz!

 

Nota final: o que ficou desactualizado desde 2019 ficou à mesma neste postal apenas com um corte e foi acrescentado um novo e actualizado texto em itálico.

Museu da Marioneta

1foto1texto

Resposta a este desafio!

Faz parte da minha infância quando na praia da Nazaré, onde vivi durante algumas férias de Verão, um grupo de "Robertos" fazia as minhas delícias.

A semana passada fui ao Museu da Marioneta em Lisboa, sito nuim antigo Convento. Quem gosta desta arte de fantasia o museu vale a pena, Quem não conhece poderá conhecer e apaixonar-se por este género de espectáculo.

Fica apenas uma foto de uma das muitas vitrinas com marionetas que podemos encontrar neste Museu.

20231228_110359_resized.jpg

O Natal cá em casa!

O Natal é assumidamente uma época de luz e cor!

Os vermelhos do Pai Natal

pai_Natal de porta.jpg 

contrastam com o verde do pinheiro, mesmo que este seja de plástico, ou com as luzxzes e bolas de outras cores que enfeitam a árvore.

Natal_arvore_2023.jpg 

Estamos ainda no dealbar da época porque, sinceramente, só a partir de amanhã é que principia o Advento Natalício.

Caminhemos então para a festa... Mas bem calçados, faxavor!

Pai_Natal_nos_pes.jpg

 

 

´Bora lá!

Foi a Isabel que com este postal (re)lançou o desafio à blogosfera para quem assim o pretender, escrever um ou mais contos de Natal.

Uma bonita iniciativa que vem desde 2019 e que já rendeu duas lindíssimas compilações, como podem ver na barra lateral deste espaço.

Assim sendo venho apoiar a verdadeira mentora deste exercício de escrita. Dito isto já estou a esboçar umas ideias para um verdadeiro conto de Natal. Não à moda de Dickens, mas à minha maneira que será sempre mais singela.

E tu já ousaste escrever um conto de Natal?

Chão que dá pedras!

1foto1texto

Foi em Fevereiro de 2020 que tirei esta foto, ainda não sabíamos o que seria a Pandemia. Creio que uma das primeiras que fiz com o equipamento que ainda conservo.

Dizem por lá que a terra da nossa aldeia é tão fértil que até nelas crescem pedras! Como diz o italiano: "se non e vero é bene trovato". Vai daqui que este naco de terra é meu, chama-se Penedos Gordos (que estão nas costas deste local), mas se é improdutivo para qualquer sementeira é verdade que aqui as pedras quase se reproduzem. Mas o melhor mesmo deste local é a azeitona que aqui apanho para azeite e... os figos, por esta altura do ano!

Também se nota a terra escavada debaixo de uma das oliveiras. Pois é... também aqui os javalis gostam de passear... e estragar!

20200225_140011.jpg

Menina que estás à janela...

1 Foto, 1 texto

Resposta a este desafio!

Recordo-me como se fosse hoje aquela manhã nublada típica das ilhas dos Açores. Foi na Terceira mais propriamente na bela cidade de Angra do Heroísmo. Calmamente subia a rua quando me apercebi do felino, que de olhar triste, quiçá devido à prisáo a que estaria votado, olhava a rua pouco movimentada.

Nunca percebi o porquê de gostar tanto, mas tanto desta foto e ainda hoje não consigo!

Gato_angra.jpg

A nossa pequenez

1 Foto, 1 texto

Resposta a este desafio!

Já não sei onde se encontra o original desta foto e fui roubá-la a um postal que havia escrito em 2018. Esta é a Lagoa do Capitão na ilha do Pico. A beleza do lugar é inesquecível, assim como a paz e a serenidade.

Mas o que mais me surprendeu foi a grandeza da montanha anexa e que olhava para mim quase com desdém. Ou seria das nuvens?

Dito de uma forma terrena... somos tão pequeninos comparada com a enormidade do que é a Natureza!

 

Lagoa_capitao.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D