Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Dias de inferno

Após um fim de semana autenticamente para derreter eis que uma nova semana se inicia com uma temperatura mais condizente com o Verão luso.

Os últimos dias foram de tal maneira tenebrosos (não só pelos incidêncios) que até escrever se tornou um suplício.

Mas as minhas preocupações derivaram por diversos alvos. Os antecessores idosos, os animais afrontados, as plantas queimadas, tudo devido ao ar irrespirável que aterrou neste país.

Nem à sombra se podia estar.
Por isso sempre que pude vali-me do ar condicionado.

Após estes longos dias já consigo imaginar o que será o inferno.

Heróis!

Todos os corredores da 80ª Volta a Portugal em Bicicleta!

Com temperaturas muito acima do que era previsível e desejável, reconheço a coragem nos ciclistas que atravessam o país sob uma canícula destas.

Cruzaram já o Alentejo (finalmente!) sob um sol inclemente.

Deste modo tiro a todos eles, sem excepção, o meu chapéu!

Que cheguem todos sem problemas ér o que mais desejo!

Será exagero?

No Inverno é costume os níveis de alerta emitidos pelas entidades competentes, não corresponderem à realidade seguinte. Mas este nível vermelho de calor e tempestade de pó oriundo do Norte de África será também exagero ou irá corresponder à realidade?

Temo que desta vez as coisas possam mesmo piorar.

Portanto a partir de amanhã não vale a pena testar a sorte.

Cuidemo-nos... E cuidemos dos que nos rodeiam!

À atenção dos radialistas

Todas as manhãs oiço a rádio. Faz parte do meu caminho para o trabalho. Ajuda-me acima de tudo a enfrentar o trânsito matinal e no fim do dia.

Entre algumas coisas que os radialistas dizem, com graça e até com algum interesse, há algo que me custa escutar e que se prende com a previsão metereológica.

Oiço-os declarar com incontida alegria que o dia vai estar fantástico com temperaturas óptimas. Esquecem ou simplesmente desconhecem que por esta altura já deveria ter chovido alguma coisa. Especialmente neste ano de tanto calor e tamanha seca. É que já estamos no Outono. Há terras para lavrar e sementeiras para fazer.

Eu sei que os lisboetas não se dão nada bem com a chuva, Olvidam provavelmente que nada na natureza se cria sem água.

Mas se assim continuarmos, sem chuva, o próximo ano agrícola não vai trazer muita fartura.

Pois... mas os citadinos (e os radialistas) não estão claramente preocupados pois compram tudo nos supermercados... onde nada falta...

Até um dia!

Brrrr! Que frio... II

Uma das características da Beira Baixa é o frio. O frio que gela as águas nas beiras dos caminhos, que gela o orvalho da madrugada, que coze os repolhos de verde pálido da horta.

Talvez por isso que a jeropiga sabe melhor agora ou a aguardente parece menos áspera neste tempo.

O vento que desce hoje da serra é tão gelado que arrefece quem anda pela rua. Nem um sol límpido parece aquecer estes dias.

Tudo piora no entanto com a noite: o vento e o frio quase congela... até a alma!

É hora de acender a lareira. Acolhedora e quente o calor que exala daquele nicho sabe a vida restaurada.

 

lareira_dez_2014.jpg

 

 

 

 

 

 

Este São Pedro...

... deve ter adormecido.

Então não querem lá ver que já estamos em Outubro e agora é que está a aquecer.

Pela primeira vez este ano soube-me muito bem o ar condicionado.

Mais a sério... Parece estranho este tempo! E o pior é que de um dia para o outro a temperatura vai dar um enorme trambolhão.

Hoje às sete horas da tarde o meu carro marcava 30 graus. Trinta graus celcius é demais.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D