Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Cinco dias ausente!

Durante os próximos cinco dias estarei ausente. O problema prende-se com camapnha de azeitona que irá começar para mim e para os meus, amanhã de manhã.

Nada disto seria necessário se na aldeia eu tivesse acesso à rede telefónica móvel. Pois é... dentro da aldeia não há rede, mas fora dela acedo facilmente. Todavia é longe do povo que andarei a apanhar azeitona. Portanto vão ficar quatro textos previamente escritos e agendados para dar cumprimento à minha máxima de publicar um texto por dia.

Os postais estão agendados para serem publicados logo de manhã, exceptuando o de quarta feira que quero escrever depois de regressar.

Portanto a quem aqui passa não se admire de eu não responder logo aos comentários, garantindo unicamente que o farei logo que chegar à cidade. Que isto não vos iniba de dizer mal...

Bom fim de semana e divertam-se.

A gente lê-se por aí!

Haja boas notícias!

Ontem já tarde e devido aos diversos desafios de escrita fui tentar perceber como estava o meu outro blogue, no que diria respeito a visitas e visualizações. Manias minhas!

Quando entro deparo-me com a indicação que aquele tinha conseguido chegar à módica quantidade de 2500 comentários. Já para não falar de 298 postais e de 670 reacções.

2500comentarios_jdx.jpg

Em termos absolutos pode parecer pouco, mas tendo em conta que não invisto muito do meu tempo naquele blogue, a não ser através dos diferentes desafios propostos, reconheço que ainda assim é um número bem simpático.

Por vezes basta uma constatação destas para o dia começar bem!

A gente lê-se (e comenta-se por aí).

Mais um número redondo!

Tenho a estúpida mania dos números redondos e das capicuas. Antigamente guardava os bilhetes dos autocarros (muito antes dos Passes Sociais) que tivessem números capicuas. Parvoíces que ainda hoje mantenho. Agora já não bilhetes... mas há outras coisas.

Por isso hoje reparei que após ter publicado o texto da manhã percebi que o número de postais publicados neste blogue havia chegado aos 4000,

4000 postais.jpg

conforme se pode comprovar na figura supra.

Começo então a pensar que já escrevi muito. Que foram muitas horas ao computador, muitas ideias pensadas, muitos desejos adquiridos, demasiadas esperanças depositadas.

Todavia continuo a gostar de deambular por aqui. De escrever coisas umas desinteressantes, outras mais polémicas e ainda algumas que são verdadeiros atentados ao bom-senso!

Seja como for tudo isto sou eu, assente em 62 anos de uma vida vivida com a intensidade que pude ou que me deixaram.

Adoro escrever... adoro sentir que as palavras que esgalho possam fazer sentido a alguém. Mesmo que seja só a uma pessoa... já vale a pena andar por aqui!

A gente lê-se por aí!

 

 

Estatisticamente...

Nunca tendo eu estudado economia, finanças ou algo do género, tenho um gosto especial por estatísticas. Falta-me depois o conhecimento técnico para olhar para os dados e interpretá-los.

Desde que iniciei a escrever na blogosfera e essencialmente a partir do momento que os comentários começaram a cair na minha caixa de correio, que optei por criar um ficheiro em Excel onde plasmasse os dados que ia obtendo, separado por ano.

Ao fim de decorridos os 365 dias tenho um pequeno gráfico que demonstra o meu trabalho durante o último ano.

Pelo gráfico infra, que refere somente os últimos cinco anos, posso assumir que entre 2020 e o dia de ontem, o LadosAB foi inundado de comentários. Quase o dobro do ano anterior. Daqui retiro a conclusão simples de que a interactividade foi muito maior entre mim e os restantes comentadores, do que em anos anteriores. Mais... este número tem vindo a subir de forma quase exponencial. Note-se que em 2016/2017 não cheguei a receber 1500 comentários em oposição aos 4253  recentes.

Perante estes números venho mais uma vez agradecer a quem aqui vem botar opinião, ideia ou tão-somente colocar um sorriso. A blogosgfera também é isto: amizade!

A todos um enormíssimo bem-hajam!

A gente lê-se por aí!

 

Grafico_2020_21.jpg

 

13 anos!

Se há 13 anos, quando iniciei esta aventura na blogosfera, me dissessem que estaria aqui ainda hoje, após ter publicado 3797 postais, que deram origem a 15294 comentários e 1568 favoritos, eu simplesmente diria que tinha mais que fazer que gozarem comigo. Porém esta é a minha realidade numérica e que no fundo, no fundo me apraz registar.

Será repetir-me ao observar que todos estes valores se devem aos leitores e comentadores que me visitam. Mas esta é a verdade, pura e dura, e não posso nem devo fugir dela, sob peso de estar a ser injusto comigo mesmo e consequentemente com quem me visita e comenta.

Tenho de agradecer outrossim à vasta equipa dos blogues da SAPO que durante o último ano foram simpaticamente destacando alguns dos meus textos originando maior visibilidade e uma maior interacção com os leitores e comentadores.

Quando digo a alguém que tenho um blogue, a pergunta de lá é invariável: escreves sobre o quê? A minha resposta também não difere: não tenho assunto, escrevo sobre o que me apetece. E tem sido assim desde os primórdios desta já longa aventura.

Entretanto há uns anos decidi que deveria publicar, em média, pelo menos um texto por dia. Esta auto imposição obrigou-me e obriga-me a estar (ainda) mais atento ao que me rodeia, de forma a que possa aproveitar o que se me é dado ver e sentir para escrever sobre...

Reconheço, no entanto, que por vezes tenho dificuldades em encontrar tema de escrita para o dia, mas de uma forma ou de outra tenho conseguido cumprir com algum rigor a regra que me impus.

Posto isto e já que hoje é dia de aniversário deste espaço… faça-se a festa. Por isso hoje vou almoçar fora…

Na minha varanda, claro!

A gente lê-se por aí!

Um estranho vazio!

Hoje queria escrever sobre qualquer coisa, como sempre o tenho feito.

Podia escrever sobre a pandemia, mas já me cansa. Ou sobre os candidatos à Presidência, mas nada me dizem!

Poderia escrever provavelmente sobre o futebol, mas tenho outro local para isso. Também poderir aqui referir o que ando a ler, mas certamente ninguém gostaria!

Se calhar deveria escrever sobre a fofura que é a minha neta, mas ninguém a conhece. Ou, sei lá, escrever sobre o tempo frio que hoje caíu sobre a cidade.

Sinceramente não me apetece escrever sobre nada disto...

Não sei porquê hoje há um estranho e invulgar vazio dentro de mim. Deve ser desta época!

Um singelo agradecimento!

Nunca a minha vida profissional esteve ligada às estatísticas. No entanto isso não invalida que eu não tenha interessa pelos dados estatísticos que se vão cruzando na minha vida.

A blogosfera não fugiu à regra e talvez por isso olhe para os dados que a plataforma SAPO disponibiliza para tomar o pulso à minha vida de bloguer sem importância.

As reacções vão-se somando. Assim como as ligações e outros eventos semelhantes, de tal forma que hoje dei conta de um número redondo: 2000.

reaccoes_estt.jpg

Coube à Ana essa simpática situação, sem que o soubesse, e por isso até fiz uma pequena quadra como brincadeira.

Posto isto venho mais uma vez humildemente agradecer, a quem por aqui passa e vai deixando a sua pégada… digital!

Bem-hajam!

A gente lê-se por aí.

12 anos de blogue

ou uma calamidade nunca vem só?

Gostaria que todos nós estivéssemos a viver outros momentos. A actual gripe retirou-me muita da alegria com que deveria estar ao escrever este texto. Mas enfim…

Não é todos os dias que uma aventura de escrita dura tanto tempo. Mais precisamente 12 anos.

Corria o ano de 2008, o ano diferente para todo o mundo com o início da grande crise financeira que tanto marcou e ainda marca o nosso País e este menino, como não tinha nada que fazer, deu o pontapé de saída para uma das melhores coisas que fez e da qual se orgulha, a par dos seus filhos: lançar um blogue.

Na altura pensei que as coisas tenderiam a desaparecer. Mas após a mudança para a SAPO tudo se alterou. Vieram os destaques, os comentários, os favoritos e até imagine-se uma entrevista à própria plataforma SAPO.

Caíram também no meu colo exercícios de escrita que eu acabei por desviar para outro espaço, referências noutros blogues e até recebi há alguns anos um pedido para ser referenciado numa tese de doutoramento (nem sei se alguma vez foi discutida ou mesmo referido!!!).

Posto isto no último ano publiquei 685 postais que originaram 2322 comentários, 820 gostos, 220 Favoritos. Já para não falar dos 18 destaques de que fui simpaticamente alvo.

Agora resta continuar a trabalhar para que este espaço continue a ser um local de opinião livre, visões diferenciadas e outrossim um fórum de discussão.

Finalmente um agradecimento muito especial aos leitores e comentadores. Sem as suas palavras e os encorajamentos jamais teria sido possível chegar aqui!

E por hoje creio ser tudo!

A gente lê-se por aí!

Responsabilidade ... a dobrar!

Andava eu por aqui na blogosfera, já que sou pássaro vou debicando aqui e ali, quando dou de caras com este postal,

delito_.jpg

Como se deve imaginar é uma enormíssima responsabilidade ser o "blogue da semana" no Delito de Opinião. Nem será necessário explicar, pois não?

Assim sendo esta semana, mais do que nunca, terei de ser ainda mais competente, pois não gostaria de defraudar quem em mim apostou.

Números redondos!

Iniciei-me em 2008 nestas andanças da blogosfera. Desde logo criei uma pequena base de dados com as respectivas ligações aos textos e ao mesmo tempo outras referências que considerei importantes como o número de comentários, favoritos, gostos e até indicações dos destaques.

Mas nada me preparou para estes números redondos e que hoje dei conta.

10mil_comentarios.jpg

Dez mil comentários (é verdade que muuuuuuuuuuuuuuuuuuuitos serão meus, mas sempre como respostas) e mil e quinhentas reacções, pode parecer pouco neste universo imenso em que se tornou a blogosfera.

No entanto é curioso que estes números apareçam ao mesmo tempo, sem que eu tenha feito por isso. É daquelas coincidências… felizes. Diria eu!

Porém nenhum destes valores teria sido possível sem os leitores. São estes que comentam, que concordam e discordam, que simpaticamente adicionam como favorito um texto meu sempre pobre ou adicionam um gosto “feicebuquiano”.

Portanto é tempo de, mais uma vez, agradecer a todos quantos por aqui passam pela paciência que têm comigo, pela simpatia demonstrada e acima de tudo pela amizade que vão espalhando neste espaço e que diariamente aquece o meu espirito.

Bem hajam a todos!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D