Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Barcelona - não havia necessidade

Quando em 1999 aterrei pela primeira vez em Barcelona e já no táxi que me levaria à cidade condal vi um enorme placard que dizia: "Bem vindo ao País da Catalunha".

Pela assertividade do texto e da maneira como estava escrito percebi logo que estava numa zona de Espanha muito diferente do restante país.

Este sentimento foi-se adensando sempre que regressei àquela cidade.

Conheci relativamente bem Barcelona, visitei tudo o que havia para visitar e caminhei quilómetros na cidade. O curioso é que, não obstante alguns catalães mais regionalistas, o que eu senti é que todos viviam em boa comunhão.

Dir-me-ão que tudo não passava de uma paz podre. Até pode ser que sim... Todavia era preferível essa paz, mesmo que fictícia, aos gravíssimos distúrbios que vamos actualmente assistindo.

É que os catalães mais radicais nem imaginam o que o futuro poderá reservar à região. Sinto mesmo que não será coisa boa...

A cidade de Barcelona imortalizada por Freddy Mercury jamais será a mesma...

Há 20 anos!

Estava eu em Barcelona.

A cidade em festa por hoje ser o dia da Catalunha.

Não fui lá em turismo, mas unicamente a uma consulta de rotina pós-operatório. Todavia aproveitei para visitar a cidade condal. Sagrada Família, Parc Guel, Casa Milá, Ramblas, Montejuic, Fundação Miró, Bairro gótico… tudo visto nos dias que por ali estive.

Mas relembro esse dia essencialmente por ter sido sábado e a cidade estar completamente engalanada com as bandeiras da região. Por todo o lado havia festa: música, performers, artistas plásticos.

Para ajudar mais à festa, já de si enorme nesse sábado, havia futebol no estádio do Barcelona. Coincidentemente um dérbi catalão.

Mas a febre pelo futebol é tão grande que já bem perto da hora do jogo o metro citadino estava a abarrotar. Ainda por cima o meu hotel ficava nessa linha.

Dessa viagem subterrânea repleta maioritariamente de adeptos do “Barça” retendo as figuras de três idosos, duas senhoras e um cavalheiro, equipados a rigor com as cores “blaugrana”. Um exemplo de um enorme fervor clubístico,

Há vinte anos era um jovem a tentar recuperar de sete cirurgias a um só olho.

Mas fiquei sempre com a certeza de que Barcelona é uma cidade espectacular.

O atentado em Barcelona

O terrível atentado em Barcelona, cidade que eu conheço bem, leva-me a pensar que os seus perpetradores não chegam a ser terroristas. São vulgares assassinos que a única coisa que pretendem fazer é matar pessoas, sejam elas de qualquer raça, credo ou nacionalidade. E o pior é que o fazem em nome de um Deus qualquer.

A ideia medieval de uma Guerra Santa contra os infiéis que não acreditam em Alá, erguida pelo EI, parece condenada ao insucesso. Desde logo porque cada vez se assume, por todos os outros países, um maior cerrar de fileiras contra esta forma ignóbil de guerrilha, que destrói, mata e enerva é certo, mas não ganha terreno.

Um destes dias acaba-se a dependência do petróleo pelo Mundo e os países apoiantes da causa perderão todo o seu poderio e financiamento. Ora sem dinheiro não haverá armas. E tudo cairá por terra.

Cada vez mais o terrorismo deixou de ser uma forma de guerra, mas unicamente uma postura de se matar somente pelo prazer de matar.

Triste Mundo!

Falando de futebol

Gostei do jogo de hoje entre o Bayern de Munique e o Barcelona. Não obstante o meu Sportinguismo e achar que o meu clube é o melhor do Mundo e arredores, tenho de reconhecer que o Barcelona é a melhor equipa do Universo a jogar futebol.

Sei por experiência que em futebol tudo é muito volátil. Passa-se de bestial a besta à distância de uma mão travessa. A mesma distância que o guardião condal conseguiu ter para tirar a bola antes que esta atravessasse toda a linha de golo.

E prepare-se o futuro finalista da CL, pois seja ele qual for, para a máquina de futebol do Barça que está a carburar em grande estilo. Amanhã decide-se quem acompanha a equipa catalã até Berlim. Mesmo que seja o Real de Ronaldo, Balle ou James, esta equipa não parece ter argumentos motivacionais e competência desportiva para bater a equipa do Barcelona.

Se o ano passado o derbi Madrileno realizado em Lisboa ainda criou alguma dúvida sobre quem ganharia a CL, este ano o Barcelona vai às compras a Berlim e no entretanto ganha mais uma Taça.

Não sou grande adepto dos "blaugrana" mas tenho de tirar o chapéu àqueles atletas.

Jogam que se fartam!

 

Alemães vão invadir Londres

O desfecho da primeira mão das duas meias finais da Liga dos Campeões era no início… impensável. Oito golos contra apenas um foi um saldo altamente negativo nas contas espanholas (já não bastava as outras!!!).

 

Quando o sorteio ditou alemães contra espanhóis ninguém, no seu juízo perfeito, imaginaria que tanto o Barcelona, ontem em Munique, como o Real, hoje em Dortmund, fossem copiosamente derrotados.

 

Mas o futebol é fértil neste tipo de acontecimentos. Mesmo jogando a segunda mão fora, as equipas germânicas tem o caminho aberto para disputarem a final no renovado e mítico estádio do Wembley, em Londres.

 

Dificilmente a equipa catalã e a equipa merengue conseguirão dar a volta a um resultado tão adverso.

 

Portanto desta vez a ameaça é real: alemães vão invadir Londres no próximo dia 25 de Maio

Bayern vs Barça – dois bês de Bons

 

Iniciam-se hoje as meias finais da Liga dos Campeões, com um apetecível Bayern – Barcelona.

 

Há quem defenda que no actual contexto a equipa bávara será talvez a mais robusta e fiável de todas as quatro ainda presentes. Mesmo não tendo campeões do mundo ou da europa nas suas fileiras, o Bayern Munique vai-se apresentar muito forte. Com o campeonato decidido os alemães viram-se agora as baterias para a conquista da Liga dos Campeões, troféu que lhes foge desde a época 2000/2001m quando venceram o Valencia nas grandes penalidades.

 

Todavia o adversário desta noite é um daqueles “crónicos” vencedores (o FCBarcelona já ganhou este troféu do quatro vezes) e não vai facilitar a vida ao Bayern. Já com a Messi a 100 por cento a equipa catalã tentará fazer justiça ao temor que costuma impor aos seus adversários.

 

Prevê-se assim um jogo aguerrido e de resultado muito incerto. E claro com bom futebol! 

Liga dos Campeões: meias-finais escaldantes

Por vezes tenho a sensação que os sorteios da UEFA são tudo menos… sorteios. Mas como disse é apenas uma mera sensação…

O que a UEFA pretende está prestes a acontecer: uma final entre as duas maiores (e melhores!) equipas espanholas. O sorteio ditou que os catalães se batam contra o Bayern de Munique, curiosamente a futura equipa de Pepe Guardiola, enquanto o Borussia tem a hipótese de repetir a brincadeira que fez ao Real Madrid na fase de grupos, pois foi a única a bater a equipa merengue no seu próprio estádio, tendo empatado em Madrid a duas bolas.

Quatro jogos, que se prevêem assaz intensos e sem vencedores antecipados. E com dados, todos eles, muito curiosos, tendo em conta que qualquer destes semi-finalistas já foi campeão europeu.

Desta forma:

 

- O Bayern pode, em quatro edições, repetir a terceira final e se vencer somar cinco vitórias na competição;

- O Barcelona candidata-se a ganhar a quarta Liga dos Campeões em oito anos;

- O Borussia de Dortmund tem a hipótese de repetir a façanha de 1997, quando Paulo Sousa pautava o seu jogo no meio campo;

- O Real Madrid, se vencer, ganhará a sua décima taça (é obra!) e José Mourinho poderá vir a ser o único treinador do Mundo a ganhar a liga dos Campeões em três clubes diferentes, num curto espaço de dez anos.

 

Todavia hão-de ter de decorrer 180 minutos, para qualquer uma das equipas e onde os ínfimos detalhes poderão fazer as grandes diferenças. E é neste campo que a UEFA pretende tirar as teimas quanto aos melhores jogadores e treinadores. Obviamente que Michel Platini não se esqueceu da ausência de José Mourinho e muito menos das palavras de Ronaldo e a postura que se seguiu à atribuição do prémio de melhor jogador a Lionel Messi.

Neste contexto a UEFA está desejosa de uma final ibérica em Wembley mas com o desejo secreto que a vitória tombe para o lado catalão, justificando assim mais uma vez a escolha dos premiados

Eu, como é sabido, estarei a torcer pela equipa alva de Madrid. E certamente por José Mourinho.

Agradecimento devido... em dia de aniversário

Ontem foi um dia bom. Como quase sempre é o dia do nosso aniversário. Não interessa saber quantos fiz. O valor aqui é apenas mais um número.

Todavia há nestes dias uma magia diferente, ou será que sou só eu que sinto isso? As pessoas que sabem deste dia olham-nos com serenidade e dão descontos às nossas patetices.

 

Os amigos vão ligando para o telemóvel ou enviando mensagens para o mail. São sempres palavras simpáticas e acolhedoras. No Facebook caíram na minha página quase uma centena de SMS… Fiquei contente, como é óbvio!

 

Depois a família a mimar-nos. Aquele jantar, os doces, o bolo com velas e as prendas, numa tradição que ainda vamos mantendo.

O filho a trazer mais um belo resultado de uma cadeira de mestrado.

 

Ontem foi só a somar coisas boas. E a todos sem excepção eu agradeço do fundo do meu peito. Sinceramente! Todavia, faltava algo mais quase ao fim da noite. Soube já tarde que o Real de Mourinho ganhara em Barcelona por 3 a 1.

 

Ena que belíssima prenda… E vinda do lado de lá da fronteira. Não estava à espera.

 

Obrigado José Mourinho, obrigado!

Aqui ao lado – mais um clássico!

 

Nos próximos dias 30 de Janeiro e 27 de Fevereiro os eternos rivais espanhóis vão-se encontrar, uma vez mais esta época, para decidir um dos finalistas da Taça do Rei.

 

Três dias após uma vitória concludente no Estádio Mestalla por 5 a zero, o Real voltou a sofrer esta quarta-feira, acabando por empatar a uma bola, carimbando o acesso à meia-final.

 

O Barcelona foi mais feliz e ganhou fora por 4 a 2, mesmo depois de se deixar empatar a dois golos. Todavia os “criminosos” do costume – Iniesta e Messi – mataram o jogo, colocando a equipa Catalã no Santiago Barnabéu no dia 30 para disputar a 1ª mão da meia-final.

 

Começa bem em Espanha, futebolisticamente falando, o ano de 2013. Quem realmente gosta de (bom!) futebol olha para estes jogos com um natural e sempre excitante entusiasmo. De novo Ronaldo e Messi, frente a frente.

 

E nada melhor que este tira-teimas para dissipar algumas dúvidas quanto ao melhor jogador de 2012. E José Mourinho sabe isso, melhor que ninguém. Mas antes…

 

… O Real joga em casa, neste Domingo, contra o Getafe (12º classificado), num desafio que se prevê difícil (não nos esqueçamos que esta equipa foi a primeira a bater o Real neste campeonato, logo à 2ª jornada), mas perante o qual os merengues tem obrigação e dever de ganhar.

 

O Barcelona por sua vez recebe o aflito Osasuna, que luta desesperadamente por se manter entre os da primeira divisão espanhola. Ainda assim nada que faça tremer Messi e os seus companheiros.

 

Ficamos à espera do dia 30.

 

Por mim preferia a vitória do Real e claro está de José Mourinho!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D