Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Teoria de conspiração!

Quando a ex-PGR, a Doutora Joana Marques Vidal saiu em 2018 após seis anos de um trabalho de enormíssimo mérito, para ser substituída pela actual Procuradora, a Doutora Lucília Gago, logo pairou sobre esta nomeação do Presidente Marcelo, após proposta do Governo, um clima de suspeição de ligações políticas a António Costa, da qual aquela figura nunca se livrou. Até há uns meses…

Adoro uma boa teoria de conspiração. A sério! E quanto mais rebuscada for, melhor.

Ora bem quando o antigo PM, Doutor António Costa se demitiu de Chefe do Governo, originando o que todos nós  hoje sabemos, por causa de um certo parágrafo colocado num despacho pela actual Procuradora-Geral da República, fiquei muito desconfiado da atitude repentina do então PM.

Na verdade o parágrafo acrescentado pela PGR seria razão mais que suficiente para que Costa colocasse o lugar à disposição. Mas tendo em conta o que agora se sabe, fica a ideia de que o texto aposto, tinha mesmo essa intenção: a saída de António Costa.

Recordemos que naquele tempo (parece que foi há séculos!!!) diversos Ministros andavam nas bocas de todo o Mundo e não era pelas melhores razões: Galamba foi o expoente máximo, mas o actual lider socialista também teve de sair ainda antes do chefe do governo. Isto é, Costa parecia estar cada vez mais limitado na sua acção política até porque escasseava gente minimamente competente para Ministros. Recordemos, mais uma vez, que AC, nessa altura, acumulou diversas pastas.

Perante tudo isto e voltando à senhora Procuradora a pergunta que me suscita é a seguinte: porque é que a Doutora Lucília Gago trairía a confiança que Costa nela depositara para Procuradora, através de um parágrafo?

A resposta parece simples e surge agora! Ao que li o antigo PM não é já visado na Operação Influencer após decisão da Relação de Lisboa. Todavia o MP irá continuar a investigar. Pudera... há que lavar a cara!

Portanto se toda esta recambolesca estória fosse um limão, arriscaríamo-nos a ter um fruto muito bonito que depois de espremido não daria uma gota de sumo. Uminha!

Na minha rebuscada teoria de conspiração diria então que AC terá solicitado à senhora Procuradora que fizesse algo que o obrigasse a abandonar o Governo! O homem estava realmente cansado de governar e, acima de tudo, gasto com tanta parvoíce ministerial. E depois havia (ou ainda há?) aquele lugar europeu… à sua espera!

Portanto bastou um simples parágrafo… geral para que tudo desmoronasse!

Na política, tal como na vida a verdade pode ser também uma questão de interpretação!

Expliquem-me devagarinho!

Há uma horas liguei uma das televisões para ir ver a Final da Taça de Portugal em Voleibol. Naquele instante estava a dar um noticiário (não imagino em que canal estaria) sobre a visita ao museu da resistência em Peniche de António Costa.

Em rodapé pude ler: António Costa, Primeiro-Ministro cessante.

Até aqui nada de extraordinário... a não ser ter nascido ali uma ligeira dúvida e que foi a seguinte: se AC é um PM cessante e se Luis Montenegro ainda não iniciou funções, quem estará a governar este rectângulo?

Eu sei que somos gente pacata e de brandos costumes, mas ainda assim necessitamos de ordem. Portanto expliquem-me lá (devagar de preferência) quem está ao leme desta velha nau?

O país que não conheço!

Ontem escutei a mensagem de Natal de António Costa (ainda gostaria de perceber porque um Primeiro-Ministro de um governo de um país constitucionalmente laico tem de falar neste dia específico, ainda por cima assumidamente ateu!), a última que fará como chefe de um governo.

Falou aquele de um país em que tudo são... maravilhas! Nesse local idílico todas as pessoas têm médico de família (eu incluído), a habitação foi um problema num passado longínquo, os professores vivem felizes e contentes, a educação está no auge sem alunos a desistirem de estudar antes de um curso superior completado, o desemprego é uma utopia, crescemos mais que os nossos vizinhos europeus e arredores, a corrupção é algo inexistente e mais bla, bla, bla...

Estive eu com a atenção que o momento obriga a ouvir alguém a descrever um país que reralmente não conheço! Nem sei onde está! Porque Portugal não é certamente!

Expliquem-me devagar...

... a ver se eu entendo!

Estive a escutar com atenção a comunicação desta noite ao país, do nosso Primeiro Ministro demissionário, Doutor António Costa.

De tudo o que disse, das desculpas que apresentou, dos apelos que fez fiquei com a sensação que o mais importante ficou por dizer!

Sinceramente não percebi a razão deste comunicado, até porque o mal está feito, a demissão aceite, as eleições marcadas e o resto... logo se verá!

Agora aquela ideia que tentou passar de que os investidores não devem ter receio de investir em Portugal parece uma desculpa meio esfarrapada ou só "para inglês ver"!

Até porque qualquer estramgeiro que queira investir neste rectângulo tonto e desorganizado sabe de antemão com o que conta em termos de legislação, morosidade de processos e demais burocracias.

Porque considero isto tão estranho é que eu peço, encarecidamente, que me expliquem, devagar de preferência, o porquê deste discurso.

O meu avô que era sábio é que tinha razão quando dizia: mais vale o que fica por dizer que aquilo que se diz!

Rezando a todos os Santinhos...

1foto1texto

Resposta a este desafio!

 

... mesmo não sendo crente, que o tirem deste governo!

Esta foto é feliz e retirei-a da página principal da SAPO. No fundo o Primeiro-Ministro António Costa, assumidamente um não-crente, parece estar a rezar para que o tirem deste circo do "Litium" em que o envolveram!

A_C_P_M.jpg 

Desde sempre que percebi em AC aquele jeito especial para a política. Todavia rodeou-se de gente sem escrúpulo e agora caiu em desgraça! Ou teremos sido nós?

Bombas de hidrogénio... e lítio!

Rebentaram as bombas!

Muitas serão, provavelmente, as vítimas políticas destas explosões.

Em primeiro lugar o já demissionário Primeiro-Ministro, Doutor António Costa! Depois João Galamba e nem será necessário dizer porquê! O próprio Presidente da República, que em 2017 quase demitiu em directo uma Ministra, após os trágicos incêndios desse ano, não o conseguindo fazer com o actual Ministro das Infraestruturas e finalmente o Partido Socialista que ficará sem líder durante algum tempo.

Uma travessia no deserto que muitos partidos têm sofrido!

Esta situação não é nova! Já em 2011 José Sócrates havia colocado o seu lugar à disposição de Cavaco Silva cabendo agora, ao mais alto magistrado da Nação, decidir qual será o melhor caminho para Portugal.

O Professor Marcelo tem diversas opções para resolver esta crise, sendo que a aprovação do OGE para 2024 poderá criar alguns problemas e engulhos às soluções.

Todavia há muito que se esperava esta implosão governamental! Os sucessivos casos políticos não auguravam nada de bom!

Agora temos o futuro! E é este que me preocupa! Definitivamente!

Se o Presidente optar por dissolver a AR e convocar eleições acredito que a Direita saia reforçada no próximo acto eleitoral, atirando a esquerda para um secundarismo muito perigoso.

No entanto se tal acontecer e a esquerda perder a força que tem actualmente na AR, não culpem a Direita (e muito menos Pedro Passos Coelho!!!) do estado a que chegou o país político. Mais... arrisco mesmo a dizer que tudo isto terá começado (e mal) com a tal de "geringonça".

Repare-se no exemplo da TAP que deixou de ser um "parceiro estratégico para o país", como era em 2020, aquando da forçada nacionalização a pedido dos partidos da geringonça (PCP/BE/PS) para se tornar descartável e (mal) vendável em 2023! E já nem falo do novo aeroporto de Lisboa.

São estas e outras contradições que atiraram este governo para o charco político! Um charco podre, mas onde muita gente meteu as mãos!

E sujou-se!

En(Costa)do por Marcelo!

Resumidamente, no discurso desta noite do senhor Presidente da República, diria que a montanha pariu um rato já que a vontade de muitos (leia-se direita parlamentar!!!) na dissolução da AR, não passou de um fiasco.

Porém o senhor Primeiro-Ministro foi olimpicamente encostado às cordas, As relações institucionais radicalizaram-se e o PR mostrou aos portugueses algum azedume por esta situação.

Compreendo que nesta altura do campeonato político ninguém do PS queira ser ministro das Infraestruturas levando com o dossier da TAP pela frente. Pudera! Já tombaram dois ministros... Talvez por isso o doutor António Costa tenha tentado manter o Ministro Galamba. Mas foi um erro de palmatória...

Não sou apreciador do folclore marcelista, mas reconheço que neste caso o PR apontou o dedo às pessoas e instigou o Governo a portar-se com sentido de Estado e com responsabilidade.

Jamais escutei um discurso tão acusativo de más práticas por um Presidente a um governo e nem sequer imagino o que deverá estar a pensar o senhor PM.

Diria que o divórcio entre Belém e S. Bento foi hoje formalmente consumado.

O que temo, sinceramente, é o aproveitamento da oposição! Espero, por uma vez, que seja inteligente e assertiva sem ser demagoga!

Os próximos tempos de política irão ser estranhos, muito estranhos.

O fim das máscaras e não só!

Não sou jurista e sei pouco de leis, mas estranho que na passada quinta-feira o governo tenha aprovado um decreto-lei para o fim do uso de máscaras nos serviços de saúde e lares, mas este diploma ainda não entrou em vigor por não ter sido publicado no Diário da República.

Expliquem-me muito devagarinho por que se publicita uma lei que não tem data marcada para publicação ou entrar em vigor?

Desconfio que é mais um golpe publicitário do actual governo, tão desgovernado anda!

Este Doutor Costa como se costuma dizer na cultura popular é "cada tiro, cada melro"! E o pior é não termos fim à vista para a coisa.

Sinceramente o já falecido Doutor Jorge Sampaio por muuuuuuuuuuuuuuuuito menos asneiras que a actual equipa de António Costa, dissolveu a Assembleia da República. Por isso é tempo do Professor Marcelo usar das suas prerrogativas como Presidente, antes que seja tarde demais.

Se não o for já!

Um azar nunca vem só!

Já nem sei o que dizer deste PS de maioria absoluta.

Agora foi o Presidente da Câmara de Espinho a ser detido. Não bastava os problemas dentro do próprio governo e surge agora um presidente da concelhia do PS envolvido em actos menos lícitos. Mas tudo pode não passar de uma cabala, acrescento!

Seja como for o Partido com sede no Largo do Rato anda nas bocas do Mundo e não é pelas melhores razões. Mas isto já toda a gente sabe!

O que conta agora perceber é como irá o Partido chefiado por António Costa lidar com tamanhas contrariedades. Certo, certo é que Marcelo não irá dissolver a Assembelia da República, nem convocar novas eleições. Ora tendo esta certeza presidencial como lastro Costa vai gerindo os problemas pontualmente. A maioria absoluta também é um bom fiador da sua política.

O pior será depois... quando o Partido estiver completamente esfrangalhado! Sem liderança firme, sem coragem para acções políticas assertivas o PS arrisca-se a trambolhar nas inclinações de voto e passar de uma M.A. para uma votação muito fraca.

Ainda por cima quando há no actual quadro partidário alguns lideres a fazerem boa oposição ao governo, deixando os socialistas quase sem fôlego.

Também pudera... ainda um caso não está resolvido e logo outro surge para enervar o mundo socialista. O PS necessita urgentemente que acalmar as suas hostes e ordenar algum decoro. A continuar assim o partido pagará caro!

Demasiado caro!

O maior inimigo do PS

Este governo está imparável já que as demissões sucedem-se a uma velocidade e quantidade que nem misseis soviéticos... sobre a Ucrânia.

Por este andar ainda me vêm aqui bater à minha porta a perguntar se quero ir para o Governo... Mentira... O PS ainda tem muita gente para arregimentar para o actual governo. Calculo eu...

De uma coisa tenho eu consciência: a real oposição ao gabinete de António Costa é feita dentro do próprio PS.

Talvez dito de outra maneira o actual Governo é o maior inimigo de si próprio. Que haja aqui e ali um ou outro erro dos governantes, compreende-se. Mas todos os dias lá vem mais um bomba noticiosa, tão do agrado de certos jornais e canais, parece-me pouco sensato.

Todos nós temos telhados de vidros porque somos humanos e há sempre... aquela tentação! Todavia quem aceita ir para o governo seja como Ministro, secretário de Estado ou um simples assessor de um qualquer governante deve, tanto quanto lhe for possível, estar afastado de certas polémicas. E se por algum motivo tiver demasiados "rabos de palha" o melhor será mesmo recusar o lugar.

O escrutíneo público é uma malha cada vez mais apertada onde só passam aqueles que realmente nada devem ou temem. O que no caso actual parece-me cada vez mais raro!

Finalmente uma palavrinha também a António Costa que está muuuuuuuuuuuuuito longe de outras perfomances governativas. É triste vê-lo diariamente tentar defender o indefensável. 

Relembro que por muito menos Jorge Sampaio demitiu Santana Lopes e dissolveu a Assembleia da República, para depois entrar... José Sócrates!

Repito o que escrevi antes: a grande oposição deste governo é ele mesmo! Quem diria?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D