Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Resposta nº 52

... a este desafio da Ana

Tema: uma carta para a pessoa que foste este ano

Caríssimo,

A idade não te ensinou nada? As vicissitudes da vida não te mostraram outros caminhos?Sinceramente parece que não.

Lembra-te que já não és um miúdo. Estás velho, cansado e deves ter mais cuidado com a tua saúde. Mas claro... o parvo serei eu!

Companheiro... já não tenho paciência para te dar conselhos, mas estás sempre a tempo de mudar. Se quiseres, claro!

Tu nem és mau tipo, mas essa tua ideia de ainda acreditares que podes ser sublimente feliz até ao fim da vida ainda irá dar cabo de ti e provavelmente dos teus.

Aceita o que tens! Não vivas no sonho...

Não refiles com o mundo pois já cá estava quando nasceste. Portanto não tentes mudá-lo!

Vá... cuida-te e toma juízo, no fundo, no fundo foi coisa que nunca tiveste!

Deste que te conhece como ninguém,

José

 

Resposta nº 51

... a este desafio da Ana

Tema: o que é para ti o Espírito do Natal?

O Espírito de Natal pode ser tanta coisa:

- o beijo de reconciliação:

- aquele "desculpa" sentido e tantas vezes olvidado;

- o sorriso transparente para alguém triste;

- as mãos dadas;

- as lágrimas secas com um lenço de cetim;

- a gargalhada franca, sonora e espontanea;

- o afago dado sem pedir retribuição.

O Espírito de Natal é sermos mais... para os outros!

Resposta nº 49

... a este desafio da Ana

Tema: como posso simplificar a minha vida?

Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Que questão.

Nem sei como responder... Responderia se a minha vida fosse assim uma coisa monótona e branda. O problema é que mesmo reformado ando sempre em excesso de velocidade (as multas de trânsito que o digam!!!) seja em casa ou na rua!

Se me saísse o euromilhões provavelmente a vida ficaria simplificada. Mas como não jogo, deve ser muito difícil...

Portanto vivo assim... numa complicação permanente!

Resposta nº 48

... a este desafio da Ana

Tema: qual o conselho que preciso de dar a mim mesmo?

Poderia rapar do meu livro de ideias e pespegar aqui qualquer uma daquelas que vou esgalhando. Mas pensando bem há sempre uma que se destaca de todas as outras.

Poderia dizer que "viver não custa, o que custa é saber viver" ou "não temas o que os outros pensam acerca da tua pessoa, mas somente o que pensas de ti mesmo". Mas estas são frases batidas.

Deste modo escolho esta: "a vida é como o mar, umas vezes alteroso outras brando, o que é importante é que em ambos os casos consigas levar a tua embarcação a bom porto".

Resposta nº 47

... a este desafio da Ana

Tema: o que vai no meu pensamento?

Cada dia o meu pensamento tem uma coisa diferente. Agora pode ser um texto para mais logo ser uma ideia quase filosófica.

No entanto há uma ideia mais geral e que vive permanentemente no meu pensamento e se prende com o desejo de viver somente o minuto seguinte... feliz.

Com a família, com os amigos, com os meus textos escritos, com o meu passado.

O meu pensamento é assim meio imbecil... mas é meu e não o trocaria por nada.

Resposta nº 45

... a este desafio da Ana

Tema: altos e baixos até ao momento

Quem como eu já viveu uns anos teve, na sua longa caminhada, alguns altos e muitos baixos.

Tanto de uns como de outros guardo recordações, mas acima de tudo salvei bons ensinamentos, mesmo que as coisas, por vezes, não tenham corrido como eu gostaria que tivessem acontecido.

Dos mais baixos recordo amiúde os seis meses que fiquei enfiado de cabeça para baixo sem poder ler ou escrever, após um descolamento de retina, quase como fosse uma penitência. Foi duro, muito duro, mas retirei daqui o ensinamento de que a vida deve ser vivida pela totalidade...

Os mais altos estão ligados ao nascimento dos meus filhos, da minha neta e aos livros. São venturas destas que enchem o meu pobre e triste coração.

Resposta nº 44

... a este desafio da Ana

Tema: 5 coisas que me fazem sorrir/rir genuinamente

Até há uns tempos teria alguma dificuldade em responder a este tema. Porém desde 2020 algo aconteceu na minha vida que acabou por vir a facilitar a resposta.

Deste modo apresento as minhas opçõees para as cinco coisas que me fazem sorrir ou rir genuinamente:

1 - a minha neta;

2 - a minha neta;

3 - a minha neta;

4 - a minha neta;

5 - a minha neta.

Eis uma mão cheia de boas razões, não acham?

Resposta nº 43

... a este desafio da Ana

Tema: algo que está a dar cabo de ti no momento

Dificilmente algo dará cabo de mim. Quiçá a morte... mas a essa nem passo cartão algum!

Quem como eu já passou o seu bocadinho na vida dificilmente sente que algo o esteja a deitar abaixo. Tenho uns dias estranhos, as minhas dúvidas, os meus receios, mas ao mesmo tempo percebo que não posso deixar abraçar pelo desânimo. Há que lutar e tentar remar contra as vagas alterosas que o mar da vida me apresenta pela proa.

Cada dia é um dia diferente, não obstante ter o mesmo número de horas, a verdade é que há uns mais duros outros mais brandos.

Portanto neste momento nada dá cabo de mim. A não ser o cabo da enxada!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D