Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

CR7 versus Messi

Estou cada vez mais convicto que a UEFA quer “à força toda” uma Final da Liga dos Campeões com clubes espanhóis de maior relevo. Isto é, um duelo europeu entre Cristiano e Messi. E esta intenção tem muuuuuuuuitos anos.

Os (poucos) interesses desportivos e os (muitos, demasiados) interesses financeiros, estão obviamente na origem desta férrea vontade do órgão máximo do futebol europeu. Não calculo sequer os valores assombrosos que andariam à volta de um jogo destes. Mas não só...

Acredito que a UEFA deseja afincadamente esta final para finalmente colocar Messi num pedestal mais elevado que Cristiano.

Mas para tal aquele órgão necessita que ambos os clubes consigam chegar à dita Final. Ora em anos anteriores tanto o Real como Barcelona têm chegado às semifinais e ás finais mas curiosamente nunca ambos no mesmo ano.

Tudo isto para explicar o quê?

Ontem estive em Alvalade com mais 48274 adeptos e vi um Sporting a ser massacrado por um árbitro que, enquanto a equipa blaugrana não marcou, não deixou de atemorizar os jogadores do Sporting. Qualquer toque num jogador da cidade condal, o atleta leonino era logo admoestado com a cartolina amarela. Um manual de como não se deve arbitrar.

Fiquei ainda com maior impressão quando após o golo de Barcelona o árbitro deixou de apitar tanto. Geralmente nunca perco a cabeça no estádio, todavia ontem perdi as estribeiras, pois jamais vi um juiz a preceder desta forma. Comentei que a ser daquela maneira o Sporting não acabaria com os onze jogadores. Mas Coates teve aquele azar e a partir daí tudo acalmou.

Nem imagino sequer o que faria novamente o árbitro se Bas Dost ou Bruno Fernandes tivesse marcado o golo do empate.

Tudo isto para explicar que se ontem estivesse no campo um juiz competente, provavelmente não estaria a escrever este texto.

E o Barça poderia não estar em primeiro!

 

Também aqui

Falemos de futebol

Em Portugal há muita crítica no que diz respeito ao futebol. E sendo eu também um adepto do Desporto-Rei faço parte dessa mole que às segundas-feiras tem por hábito falar das boas e más vicissitudes do fim de semana.

No actual panorama futebolístico luso os árbitros têm tido as costas muitas largas ao suportarem as culpas de muitos maus resultados de algumas equipas. A maioria incompetência de treinadores e dirigentes, mas a culpa recai sempre neles... É mais fácil!

O curioso é que num qualquer debate futebolístico vem diversas vezes à baila as referênciias aos apitadores de outros campeonatos como gente com uma matriz quase perfeita no que concerne às regras do futebol e aplicação destas num jogo.

Se, por exemplo, em Inglaterra há árbitros de alto nível, quase professorais em campo, também já vi alguns decidirem coisas horríveis. Acontece a todos... Acrescento: um dos melhores do Mundo foi o italiano Pier Luigi Collina a quem eu vi arbitrar jogos que nem um árbitro de quarto nível.

Abordo este assunto após o Real Madrid - Bayern. Hoje... ou melhor esta noite... os Deuses da bola estavam com a equipa madrilena. Definitivamente!

Vi o jogo todo e, sinceramente, se não fossse o senhor do apito, esta noite em Madrid moraria a tristeza. Jogadores por expulsar, outros expulsos sem razão, golos em fora de jogo... bom no Santiago Barnabéu houve de tudo um pouco. Passou assim o Real, mas não devia...

O árbitro teve enorme influencia no resultado a pontos que deverá ter que fazer um curso de reciclagem ou então abandonar a actividade. Não dignificou em nada a sua classe nem o futebol.

E não é português!

Os “homens negros” do futebol!

Há muitos anos o tema das conversas das segundas-feiras, pelos “paineleiros” de café versava, naturalmente, as incidências do futebol do fim de semana. Os golos marcados e falhados, os jogadores, as opções do treinador, as jogadas, as defesas, um ror de acontecimentos.

 

Hoje, porém, a discussão recaí quase sempre sobre as mesmas personagens: os árbitros. Os homens do apito passaram de figuras quase anónimas, para actores principais retirando, na maioria das vezes, aos verdadeiros intérpretes o mérito e o valor das suas jogadas.

 

Trago este tema a lume, porque Bruno de Carvalho apresentou diversas propostas para uma melhoria do nosso futebol. Entre elas apareceu o sorteio dos árbitros numa tentativa, quiçá quixotesca, de evitar (estranhas!!) influências de alguns dirigentes desportivos na escolha dos homens de negro.

 

Tenho a perfeita consciência que na arbitragem, tal como na vida, há pessoas muitos competentes e outras menos capazes da sua actividade.  E é nesta última situação que é necessário, desde já, perceber como é que alguns árbitros chegaram à primeira categoria… Provavelmente começa aqui o verdadeiro problema. Mas adiante…

 

Em face do que tenho lido sobre o tal sorteio, concordo que ambas as partes – prós e contras – apresentam razões muito válidas para as suas defesas. Melhores árbitros para os jogos mais importantes, envolvam ou não os três grandes, ou sorteio puro e simples com a limitação de arbitrar mais que x jogos onde entre a mesma equipa.

 

 

A tentativa do actual presidente do Sporting em expurgar o negócio do futebol de alguns exageros e influências é bem visto por uma grande maioria de clubes. Estranho, todavia, que alguns clubes de grande implementação não afinem pelo mesmo diapasão. Porque será?

 

Publicado também aqui

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Posts mais comentados

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D