Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Joacine e Isabel: um Continente a uni-las?

Ainda não percebi bem a quem interessa esta recente catadupa de más notícias sobre a empresária Isabel dos Santos. Tal como não entendo a bravata que o Livre tentou com a Joacine Moreira.

Duas mulheres que ultimamente têm andado na boca do mundo, dizem, pelas piores razões nomeadamente envolvendo petrodólares, por parte da filha do ex-presidente de Angola, e ideias próprias da deputada portuguesa.

Coincidência ou não, as duas assumem que há mentiras nos seus estranhos processos.

Partindo do pressuposto jurídico da presunção de inocência, ainda assim acredito que as duas, cada uma à sua maneira, tenham algumas contas para ajustar com os seus inimigos.

No entanto e ao invés da maioria das pessoas, gosto de quem pensa pela sua própria cabeça, postura que criou, no caso da deputada Joacine, muitos anticorpos dentro do Livre.

Seja como for a luso-guineense foi, a meu ver, ganhando algum respeito fora do seu próprio partido. Teve coragem suficiente para enfrentar os seus adversários políticos o que, diga-se em abono da verdade, no actual contexto não é coisa de somenos.

Quanto a Isabel dos Santos, os chamados "rabos de palha" devem agora estar a arder, mas cheira-me que há muita gente a querer ficar na fila da frente para deitar mão à fortuna da empresária Angolana.

As chuvas deste Outono!

Esta chuva que ultimamente tem inundado os nossos dias e não só, surge como fenómeno anormal. Não pela época em si mas pela violência e quantidade com que cai.

Nunca atravessei para lá do Cabo de S.Vicente... minto já fui à Madeira que é mais ou menos a latitude de Marrocos. Mas jamais fui a África. Tudo o que sei do continente africano foi-me contado pelo meu pai, pelo que li e por relatos de outros que por lá viveram. Porém em todos os casos a forma como descrevem o tempo metereológico naquela região tropical do Globo assemelha-se muito ao que temos hoje em Portugal.

Chuvas abundantes, trovoadas tenebrosas e vento forte. Foge a esta semelhança somente a temperatura pois estamos muito acima do Equador. Ora se é certo que estamos muito longe da tal linha Equatorial, a verdade é cada vez mais as nossas tempestades parecem tropicais.

Dizem os mais velhos que antigamente principiava a chover em Outubro e só acabava para Abril. Mas era uma chuva certa, temperada por um Outono e um Inverno chuvoso e rigoroso mas sem ter este aspecto quase catastrófico.

Temo assim que estas transformações climáticas que ultimamente vamos observando não passem apenas de uma fase e se tornem permanentes.

 

Nelson Mandela - Deus precisou dele!

Escrevi aqui em Junho passado, que o mundo não estava preparado para ficar sem Mandela. Hoje seis meses continuo a pensar o mesmo.

 

Só que Deus também necessitava de ter a seu lado um homem assim! A bondade e o carisma deste africano não se colhe nas árvores...

 

E não houve nos últimos séculos um homem que se comparasse a Mandiba.

 

Mesmo com 95 anos de idade partiu demasiado cedo.

 

Porque a luta que ele travou toda a vida por justiça, pela paz, pela esperança num mundo melhor não tem idade.

 

Que Deus o acolha junto de Si.

 

Mandela merece-o mais que ninguém!

 

Mandela : o homem África!

 

Nelson Mandela vive mais uma luta. Uma vez mais com a morte!

Uma luta injusta e desigual. Como tantas outras que Mandela manteve ao longo da sua vida.

Peço-lhe no  entanto, não parta já. Porque o mundo não está preparado para viver sem si.

 

Nunca conheci África a não ser por fotos ou filmes.

Não posso por isso saber como são os cheiros, os sons ou as paisagens desse continente.

Não imagino qual a cor do pôr do sol no horizonte, nem do seu nascer.

Mas sei, por quem lá viveu, que África marca um homem. Para sempre!

 

Tal como Nelson Mandela marcou e marca ainda os nossos dias!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Posts mais comentados

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D