Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

As chuvas deste Outono!

Esta chuva que ultimamente tem inundado os nossos dias e não só, surge como fenómeno anormal. Não pela época em si mas pela violência e quantidade com que cai.

Nunca atravessei para lá do Cabo de S.Vicente... minto já fui à Madeira que é mais ou menos a latitude de Marrocos. Mas jamais fui a África. Tudo o que sei do continente africano foi-me contado pelo meu pai, pelo que li e por relatos de outros que por lá viveram. Porém em todos os casos a forma como descrevem o tempo metereológico naquela região tropical do Globo assemelha-se muito ao que temos hoje em Portugal.

Chuvas abundantes, trovoadas tenebrosas e vento forte. Foge a esta semelhança somente a temperatura pois estamos muito acima do Equador. Ora se é certo que estamos muito longe da tal linha Equatorial, a verdade é cada vez mais as nossas tempestades parecem tropicais.

Dizem os mais velhos que antigamente principiava a chover em Outubro e só acabava para Abril. Mas era uma chuva certa, temperada por um Outono e um Inverno chuvoso e rigoroso mas sem ter este aspecto quase catastrófico.

Temo assim que estas transformações climáticas que ultimamente vamos observando não passem apenas de uma fase e se tornem permanentes.

 

Nelson Mandela - Deus precisou dele!

Escrevi aqui em Junho passado, que o mundo não estava preparado para ficar sem Mandela. Hoje seis meses continuo a pensar o mesmo.

 

Só que Deus também necessitava de ter a seu lado um homem assim! A bondade e o carisma deste africano não se colhe nas árvores...

 

E não houve nos últimos séculos um homem que se comparasse a Mandiba.

 

Mesmo com 95 anos de idade partiu demasiado cedo.

 

Porque a luta que ele travou toda a vida por justiça, pela paz, pela esperança num mundo melhor não tem idade.

 

Que Deus o acolha junto de Si.

 

Mandela merece-o mais que ninguém!

 

Mandela : o homem África!

 

Nelson Mandela vive mais uma luta. Uma vez mais com a morte!

Uma luta injusta e desigual. Como tantas outras que Mandela manteve ao longo da sua vida.

Peço-lhe no  entanto, não parta já. Porque o mundo não está preparado para viver sem si.

 

Nunca conheci África a não ser por fotos ou filmes.

Não posso por isso saber como são os cheiros, os sons ou as paisagens desse continente.

Não imagino qual a cor do pôr do sol no horizonte, nem do seu nascer.

Mas sei, por quem lá viveu, que África marca um homem. Para sempre!

 

Tal como Nelson Mandela marcou e marca ainda os nossos dias!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D