Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Raspemo-nos... ao vício!

Tenho assistido a muitos casos envolvendo a raspadinha. Desde uma mulher que preferiu jogar a dar uma sandes ao filho, aos velhotes que deixam de comprar medicamentos por a dívida de raspadinhas no quiosque ser tão grande que pouco sobra para remédios. Enfim um ror de situações que todos ou quase todos nós vamos diariamente assistindo.

Li hoje que começa a haver por parte de algumas entidades (leia-se governo) alguma preocupação pela forma viciante como as pessoas seguem a raspadinha.

Qualquer vício é...tramado! Ou a pessoa percebe o caminho que está a trilhar e coloca um travão na atitude ou continua em negação e a gastar o que tem e não tem!

Muitas podem ser as causas para esta doença de adição, mas a principal é a forma como se vendem sonhos ao preço da "uva mijona"! A constatação dos factos prova o que disse acima pois o estudo evidencia que são as pessoas de menos recursos, deficiente formação intelectual e alguns desiquilíbrios emocionais as mais propensas a este vício da raspadinha!

Agora creio que será tarde para inverter a situação para os mais velhos. O melhor mesmo é iniciar bem cedo, obviamente na escola, uma simples formação sobre a vida financeira.

Acrescento que durante muitos anos os meus filhos sempre assistiram e assumiram como normal que eu e a mãe fizéssemos contas de forma aberta e sem segredos. Talvez por isso hoje eles estejam a abraçar os seus próprios projectos.

Eu sei o que é um vício já que durante anos derreti muito dinheiro. Mas acordei a tempo para a realidade e num àpice deixei tudo. Portanto o primeiro passo é assumir que há um vício de jogo. Depois lentamente tudo se concerta!

Por fim e como nota de rodapé fica a pergunta: como pensará o governo travar esta cegueira pela tal de raspadinha?

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D