Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

O Real povo!

Há mais de 100 anos que o nosso país vive numa República. Não uma República das bananas, mas numa de... bananas!

O povo português, não obstante alguma (leia-se muita!) calanzice endémica, não é parvo de todo. Assim durante dezenas de anos após a queda da nossa monarquia ainda usou o real (ou réis!) como unidade de medida do dinheiro. Quem dissesse, por exemplo, quinze mil réis estava a querer dizer quinze escudos e todos nós naquele tempo percebíamos quanto era, mesmo que tívessemos nascido meio século depois da Implantação. 

Só que a esta distância do dealbar da 1ª República a monarquia, como conceito meramente qualitativo ainda existe, na nossa sociedade. Ai pois é! Basta andar de olhos e ouvidos atentos para perceberem o que digo. Passo a exemplificar:

Principiemos pela economia dos automóveis e derivados onde amiúde lemos umas oficinas com pomposos nomes como: "O Rei dos Pneus" ou "O Rei dos escapes". Também já vi o "O Rei das Motorizadas". A seguir e não sendo do mesmo negócio encontramos "o Rei dos estores" ou "o Rei dos alumínios". Portanto tudo família uns dos outros, já que se denominam como reis!

Mas há mais... muito mais.

Notem no que disse uma jornalista um destes dias num canal de televisão: o Porto e o Sporting preparam-se para o encontro na prova rainha do futebol português. Referia-se, obviamente, à Taça de Portugal que se realizará brevemente. Mas lá estava mais uma ideia real. Equivale dizer que no desporto a realeza é usada amiúde. Outro exemplo consegue-se perceber na Volta a Portugal em bicicleta, quando os jornalistas se referem a subida à Torre na Serra da Estrela como a etapa rainha. Depois houve o rei Pelé, há o rei dos marcadores ou o rei das assistências para golo. 

No entanto é no sector da restauração que encontramos as maiores e melhores referências à monarquia: Rei dos leitões, Rainha dos Couratos, Rei das Farturas ou o Rei dos pastéis de bacalhau. Tudo gente real. muito distinta e certamente com muita clientela. Há ainda o rei dos Frangos ou o Rei do Choco Frito...

Estranhamente e ao invés do que escrevi acima, nunca vi nenhum restaurante chamar-se de "Presidente dos Carapaus" ou, no mínimo, "Primeiro Ministro das alheiras".

É aquilo que eu digo: o povo sabe-a toda!

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D