Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

JMJ - o Mundo aos pés de Lisboa!

Eu sei, nós sabemos, até o Camões sabia que a inveja é o nosso maior defeito. Vai daqui talvez perceba a quantidade de críticas ao evento que amanhã se inicia e que dá pelo nome de Jornadas Mundiais da Juventude!

Como homem de fé que sem vergonha ou receios me apresento, sinto-me feliz por Lisboa ser durante cinco dias... a capital do Mundo. Nomeadamente o Mundo Católico.

De alguns tempos a esta parte tenho vindo a ler muita crítica sobre este enormíssimo evento. A maioria a dizer mal, acima de tudo, por causa dos custos associados. Como diria o outro "se não é do burro é da albarda"... Custasse este acontecimento 100 euros ou 100 milhões haveria sempre que deitar abaixo! Mas evocam-se outras razões nas críticas... Diria que o costume nestes casos!

Depois... se a CML fosse liderada por alguém de esquerda provavelmente os comentários seriam mais amistosos para a edilidade. Isto é, no fundo não se diz mal por séria convicção, mas somente porque fica bem estar do lado contrário, até porque sabem que não terão qualquer resposta.

Por mim digo que adoraria ser jovem e poder participar num evento deste calibre. No meu tempo não havia coisas destas e quando as houve eu já tinha outra idade e outras responsabilidades familiares.

Espero e desejo que estas Jornadas Mundiais da Juventude sejam inesquecíveis, pelos melhores motivos. O Papa Francisco mesmo debilitado mostrou coragem e abnegação em propor-se em estar presente. Um gesto que mostra quão corajoso e humano é o sucessor de S. Pedro.

Que Deus Todo Poderoso oriente estes milhares de jovens numa vida consagrada à obra de Cristo.

JMJ_2023.jpg 

Entretanto os críticos continuarão a dizer mal. Felizmente com pouco palco! Pois como disse uma vez D. António Ribeiro, antigo Cardeal Patriarca: o Estado é laico mas o povo não é!

20 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu livro

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D