Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Jerónimo de Sousa, o resistente!

Nunca alinhei pelas ideias do PCP. Um partido muito fechado sobre si próprio, estanque à comunicação social e interiormente diria que muito pouco... democrático. Conheço quem tenha confrontado há muitos anos o antigo lider Álvaro Cunhal pela forma como este liderava o partido. Desse confronto originou a saída do meu amigo da militãncia partidária comunista.

Estranhei por isso a recente notícia da saída de Jerónimo de Sousa da liderança do Partido Comunista. E mais estranhei quando percebi que irá também largar o seu lugar como deputado na Assembleia da República. Algo acontecera para tal decisão, pensei!

Descobri hoje que há motivos válidos e que se prendem com a débil saúde de Jerónimo de Sousa para esta decisão, o que desde já lamento. Sinceramente!

Sair de uma liderança partidária para se dar lugar aos novos com renovadas visões é uma atitude madura, mas abandonar assim o partido é triste e acima de tudo imerecido.

É tempo do antigo metalúrgico e o únido deputado da Assembleia Constituinte ainda em actividade, aproveitar ao máximo a companhia da família e recuperar o melhor que poder a sua saúde. Assim espero e desejo.

Sempre considerei o antigo metalúrgico um homem honesto e afável. O seu discurso não saía do registo a que estamos habituados naquele partido, mas ainda assim mostrava-se sempre muito educado. 

Teimou em 2020, no auge da pandemia, em manter a Festa do Avante quando muitos o desanconselhavam (eu próprio considerei um erro...), mas manteve a sua teimosia e acabou por ganhar a bravata. Terá perdido algum charme político quando não pretendeu ser governo com o PS e daí talvez a queda abrupta nas eleições seguintes com perda de metade dos seus deputados. Os custos de uma geringonça que o país nunca pretendeu...

Termino com a ideia de que Jerónimo sai da política, mas tenho a certeza que a política jamais sairá dele.

Finalmente e como nota de rodapé relembro alguns textos de comentadores que por altura das eleições e dos maus resultados do PCP, a lançarem João Ferreira para a frente do partido. Mais uma vez o Partido Comunista a mostrar como tudo naquela casa fica lá dentro e nada transpira para fora.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D