Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Eu e Alice Vieira!

O livro de "Contos de Natal" de 2022 contou desde a sua génese com a colaboração da jornalista e escritora Alice Vieira. Alguém que dispensa quaisquer apresentações.

Foi-lhe comunicado que a apresentação seria dia 3 de Dezembro, na biblioteca da Ericeira, ao que a escritora respondeu não poder comparecer devido a outra apresentação.

Ora como já referi aqui no dia 3 cheguei um pouco depois da hora marcada. A sala estava quase cheia e logo ali comecei a interagir com alguns bloguers que só conhecia de nome. Até que cheguei a uma senhora de um belo cabelo cinza e com o meu maior desplante, ousei perguntar:

- E a senhora é?

A resposta saiu rápida e sem cerimónia.

- Alice Vieira.

Pimbas, nuns breves nanosegundos fui ao tapete por KO. Todavia e sem demonstrar a atrapalhação que me assolou, recompus-me interiormente e devolvi:

- Se não é a verdadeira é muito parecida.

A resposta veio sonora traduzida numa sã e fresca gargalhada que me deixou deveras feliz.

Durante o resto da manhã tive oportunidade de escutar a Alice numa partilha sincera e muito pessoal que me sensibilizou para mais tarde brincarmos aos autógrafos...

- Assine aqui se fizer favor.

- Agora é a sua vez de assinar o meu!

(Não me recordo qual a ordem ou as palavras, mas foi mais ou menos assim!)

Quando por vezes se diz que os escritores são pessoas demasiado presas à sua intelectualidade, como se vivessem num mundo paralelo, Alice Vieira é um espírito são e aberto, com uma enorme paixão pela escrita.

Uma escritora que adorei conhecer. Uma mulher fantástica que jamais esquecerei.
Ela também não se esquecerá de mim. Obviamente por razões bem diferentes!

22 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D