Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

De almofada me vesti...

Resposta ao desafio da Mel e da Mula

Um diálogo improvável!

Pego na minha almofada e ando com ela às voltas entre as mãos. Não sei o que dizer ou escrever. Porém, no instante seguinte:

- Olha lá e se me pousasses na cabeceira da cama?

Atónito respondo:

- Tenho de escrever sobre uma almofada…

- Finalmente alguém me dá valor…

- O que é que estás pra’í a dizer?

- Que finalmente alguém me dá o real valor.

- Valor? Tu és uma almofada como há milhões por esse mundo fora.

- Enganas-te! Redondamente!

- Ai sim? E sabes dizer-me qual o teu valor?

- Depende…

- Depende de quê?

- Daquilo que posso dizer…

Atirei a almofada para cima da cama, mas esta acabou por rebolar para o chão. Voltei para trás e apanhei-a.

- Fazes o favor de não me maltratar… Pois não é assim que lido contigo…

- Ai que cada vez percebo menos…

- Companheiro, por muito que te custe admitir eu não sou um objecto… sou um conceito.

- Conceito? Como assim?

- A minha função não é unicamente dar conforto no teu sono, mas descobrir novos caminhos para as tuas dúvidas, dilemas e ensejos.

- Andas a ver muitos filmes…

- Pois ando… mas são longas metragens do quotidiano.

- Oh pá… dramas a esta hora não… por favor!

Um silêncio cresceu entre nós. Só que a minha curiosidade parecia crescer. Desculpei-me:

- Sabes, se alguém estivesse a ler isto diria que estou louco.

- Não temos todos um pouco de loucura?

- Mas falar com uma almofada é, no mínimo, caricato…

- Ai é? E quando te apaixonaste pela aquela miúda da escola e ela te deu uma nega, onde foste chorar? E quando perdeste o torneio de xadrez, com quem desabafaste a raiva?

- Mas não eras tu…

- Pois não… mas era outra… Daí dizer-te que sou um conceito… e não um singelo objecto.

- Tive tantas almofadas na minha vida…

- Eu sei disso, mas a todas elas recorreste para te ajudar na resolução dos teus problemas.

Desta vez o silêncio foi meu.

- Ficaste calado?

- Sim estou a pensar… és capaz de ter razão… Olha... já tenho ideias para escrever.

- Mais uma vez vais dormir sobre este assunto… e em cima de mim!

- É mesmo. – sorri!

- Então fica bem e verás que amanhã já tens o texto escrito.

Não é que tinha!

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D