Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Centro de Medicina Hiperbárica do Hospital da Marinha, um exemplo a seguir

 

 

O dia de Carnaval deste ano trouxe-me uma prenda pouco desejada. Uma doença que me deixou surdo do ouvido direito. Após diversas consultas e exames (audiogramas) foi-me diagnosticado um Síndroma de Surdez Súbita.

A primeira fase para debelar a doença consistiu em comprimidos, que não melhoraram substancialmente  a audição. Assim o meu destino foi o Centro de Medicina Hiperbárica no Hospital da Marinha.

Aqui e após nova consulta médica e breve lista de espera lá iniciei os tratamentos (20 ao todo!). Para quem tinha uma vida frenética, o tempo passado dentro da Câmara (cerca de duas horas aproximadamente) parecia uma eternidade e custava a passar.

Todavia no fim dos tratamentos, os resultados foram fantásticos recuperando toda a audição. E jamais pensei que tal viesse a acontecer.

Mas provavelmente, nada disto seria possível sem os cuidados permanentes de todo o pessoal do Centro de Medicina Hiperbárica. Desde os médicos que me observaram, ao serviço administrativo, os enfermeiros e acima de tudo os mergulhadores que connosco (por haviam muitos como eu!!!) “viajavam” às profundezes de um mar virtual.

Os cuidados que manifestavam para que todos estivessem em boas condições, a forma como tentavam entreter os pacientes, o profissionalismo demonstrado. É que, enquanto estávamos a respirar o oxigénio a 100% através de máscaras, não podíamos falar, ler, nem mesmo “passar pelas brasas”. E não fossem os mergulhadores e enfermeiros que SEMPRE de forma simpática e competente conseguiam manter o pessoal sempre desperto, muitos de nós não teríamos o aproveitamento que observámos.

Fica aqui registado publicamente o meu profundo e sincero agradecimento a TODOS quantos trabalham naquela unidade hospitalar, sem excepção.

Bem hajam.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    José da Xã 18.07.2013 22:04

    Boa noite,

    curiosamente só comecei a sentir resultados uns dias depois. Lembro-me que fiz um audiograma às 18 sessões ee com poucos resultados.
    Mas uma semana depois dos tratamentos fiz novo exame e já estava bem.
    Todavia há casos tão graves de surdez que nem a hiperbárica cura. Especialmente os casos do foro neurológico (vulgarmente derivados de ligeiros acidentes vasculares cerebrais). Infelizmente também conheço alguns.
    Mas calma! Há que ter esperança.
    Estimo muito as melhoras da sua irmã.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D