Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Centro de Medicina Hiperbárica do Hospital da Marinha, um exemplo a seguir

 

 

O dia de Carnaval deste ano trouxe-me uma prenda pouco desejada. Uma doença que me deixou surdo do ouvido direito. Após diversas consultas e exames (audiogramas) foi-me diagnosticado um Síndroma de Surdez Súbita.

A primeira fase para debelar a doença consistiu em comprimidos, que não melhoraram substancialmente  a audição. Assim o meu destino foi o Centro de Medicina Hiperbárica no Hospital da Marinha.

Aqui e após nova consulta médica e breve lista de espera lá iniciei os tratamentos (20 ao todo!). Para quem tinha uma vida frenética, o tempo passado dentro da Câmara (cerca de duas horas aproximadamente) parecia uma eternidade e custava a passar.

Todavia no fim dos tratamentos, os resultados foram fantásticos recuperando toda a audição. E jamais pensei que tal viesse a acontecer.

Mas provavelmente, nada disto seria possível sem os cuidados permanentes de todo o pessoal do Centro de Medicina Hiperbárica. Desde os médicos que me observaram, ao serviço administrativo, os enfermeiros e acima de tudo os mergulhadores que connosco (por haviam muitos como eu!!!) “viajavam” às profundezes de um mar virtual.

Os cuidados que manifestavam para que todos estivessem em boas condições, a forma como tentavam entreter os pacientes, o profissionalismo demonstrado. É que, enquanto estávamos a respirar o oxigénio a 100% através de máscaras, não podíamos falar, ler, nem mesmo “passar pelas brasas”. E não fossem os mergulhadores e enfermeiros que SEMPRE de forma simpática e competente conseguiam manter o pessoal sempre desperto, muitos de nós não teríamos o aproveitamento que observámos.

Fica aqui registado publicamente o meu profundo e sincero agradecimento a TODOS quantos trabalham naquela unidade hospitalar, sem excepção.

Bem hajam.

8 comentários

  • Imagem de perfil

    José da Xã 28.02.2013 12:12

    Caríssima Flávia,

    o custo de cada tratamento ronda os 63 euros por tratamento. Geralmente são precisos entre 20 e 25 tratamentos. Mais 30 euros de cada consulta do médico. Quanto ao tempo de espera, depende. Se for a expensas próprias será claramente mais rápido. Se tiver de aguardar por alguma credencial, tornar-se-á mais lento.
    Mas pode telefonar para o HM e pede para ligarem ao Centro de Medicina Hiperbárica. Dir-lhe-ão como está a lista de espera.
    Coragem! Aquilo não dói. O pessoal é simpático e competente, mas hora e meia sossegado o olhar para... os outros em silêncio... Para mim que sou tagarela tornou-se num martírio. Mas valeu a pena!
    As melhoras sinceras e vá dando notícias.
  • Sem imagem de perfil

    Flávia 28.02.2013 12:21

    Agradeço imenso a sua resposta.. so gostaria de saber se nos seus primeiros sintomas tinha tonturas e um zumbido?

    Muito obrigado.
    Cumprimentos
  • Imagem de perfil

    José da Xã 28.02.2013 12:30

    O meu primeiro sintoma foi um desiquilibrio que me originou estar em casa sem sair durante duas semanas. Mas há quem tenha também zumbidos. Depende da origem do problema.
    E há quanto tempo sentiu isso? Quanto mais rápido for aos tratamentos melhor!
  • Sem imagem de perfil

    Flavia 28.02.2013 12:34

    Foi no domingo de carnavla este ano..
    Esses casos que tambem tem um zumbido tem conseguido recuperar?
    Pois tenho 20 anos e assusta me ficar assim para sempre.
  • Imagem de perfil

    José da Xã 28.02.2013 14:16

    O zumbido, segundo sei, tem a ver com a origem do problema e outrossim com o impacto de surdez. Eu nunca tive zumbido. Mas o meu caso foi vascular.
    Pode ser vascular ou viral.
    Não perca tempo. Quanto mais cedo começar os tratamentos melhor.
  • Sem imagem de perfil

    Flávia 28.02.2013 14:36

    Agradeço imenso pelas informações e pela força.
  • Imagem de perfil

    José da Xã 28.02.2013 16:38

    Não há nada para agradecer. Desejo muito as suas melhoras.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D