Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

35a9m25d - #26 - II série

Ir à sapataria!

Naquele tempo, muito antes do 25 de Abril, os contínuos eram pessoas pouco consideradas na empresa. Recebiam ordens, obedeciam e ao fim do dia regressavam a casa. Tinham um chefe próprio, que apenas controlava as entradas e saídas, sendo que cada contínuo estava previamente adstrito a um serviço. Quando entravam apresentavam-se ao chefe directo para depois seguirem para as divisões respectivas.

Outros tempos dirão vocês e com toda a propriedade.

Reza este caso que certo dia um contínuo tentou durante todo o dia acercar-se do tesoureiro com a humildade requerida para o efeito, já que nem toda a gente falava com o senhor Tesoureiro assim como não quer a coisa.

Todavia o nosso contínuo, o Laurentino, era teimoso e naquele dia encheu-se de coragem e abordou o responsável pela Tesouraria-Geral:

- Senhor tesoureiro, gostaria mui humildemente de lhe pedir uma coisa  - e enquanto falava enrolava as mãos numa deferência inusitada, mas habitual.

O contínuo era um homem muito alto e o tesoureiro tinha sempre de olhar para cima para falar com o subalterno. Todavia chefe era chefe…

Perante o pedido estranho do colaborador, sempre humilde, pontual, competente e trabalhador, o tesoureiro devolveu:

- Diga lá senhor Laurentino… o que deseja?

O outro atrapalhou-se um pouco com as palavras, mas finalmente suspirou fundo e avançou:

- Eu preciso… necessito… de ir amanhã à sapataria…

O chefe quase sorriu, mas manteve a sua postura austera e séria.

- Ó homem para isso não necessita pedir autorização. Mas está autorizado já que assim o pediu.

- Obrigado, muito obrigado senhor tesoureiro – agradeceu o contínuo enquanto recuava até à saída do gabinete.

O dia seguinte era sexta-feira e alguém bate à porta do escritório do tesoureiro.

- Entre…

- Dá licença senhor Tesoureiro.

- Diga homem…

- Sabe alguma coisa do Laurentino?

- Não… porquê? Deveria saber?

- É que ele hoje não apareceu…

- Não apareceu? Será que lhe aconteceu alguma coisa?

- Não sei, senhor…

- Na verdade ele ontem pediu-me se poderia ir hoje à sapataria. E eu disse que sim, mas nunca pensei que fosse coisa para demorar tanto tempo…

O outro ergue as sobrancelhas e bate com a mão na testa percebendo o erro. Finalmente diz:

-Senhor Tesoureiro… o Laurentino é de uma aldeia saloia chamada Sapataria, ali para os lados de Sobral de Monte Agraço. Foi lá que ele foi… não a nenhuma loja…

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D