Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Uma revolta surda!

Não consigo conceber que ainda haja escravidão na Europa. Não consigo!

Ainda por cima em Portugal, que não obstante ter usufruído, e muito, da escravidão vinda de África, foi um dos primeiros a aboli-la.

Sei que o caso de Odemira não é único no país. Infelizmente. Há por aí demasiados mandantes neste estúpido negócio de escravidão humana.

Soubesse eu que empresas alimentares usam e exploram esta gente que garanto que jamais lhes compraria fosse o que fosse.

Hoje fico-me por aqui que a revolta interior é demasiado grande.

Chorar... de alegria!

O meu Sporting brindou-me esta noite com mais uma vitória. E que vitória!

Na Croácia contra o Barcelona de Espanha, a equipa leonina de futsal sagrou-se campeã europeia da modalidade.

Fiquei sem voz e só não fui para o Marquês comemorar porque não tive companhia!

Parabéns leões. Parabéns Sporting.

Hoje já chorei de alegria!

E soube tãããããããããão bem!

Obras em casa: desinstalou-se o caos!

Iniciei ontem a devolução dos objectivos retirados aos seus devidos lugares, após dois fins de semana dedicados à pintura do interior da minha casa.

Desmanchar é muito mais fácil que montar. Comecei pelos candeeiros de tecto, para logo a seguir repor espelhos e molduras dos interruptores e tomadas electricas. Um trabalho moroso e acima de tudo... chato!

A fase seguinte compôs-se em ajustar os móveis aos seus lugares originais. Mas antes houve que limpar do pó que foi poisando em cima dos móveis.

Da garagem que serviu de armazém foram saindo os objectos, alguns deles com algum cuidado. Está agora vazia!

Portanto agora falta só o lustro final que só será mais perto das férias.

Hoje é dia da mãe!

Hoje celebra-se mais um dia dedicado:

Às mães que pariram filhos e os amaram sempre;

Às mães que pariram filhos e nunca os amaram;

Às mães que pariram filhos e os viram partir cedo demais;

Às mães que nunca pariram, mas amaram os filhos dos outros;

Às mães que choraram os filhos perdidos em estúpidos campos de batalha;

Às mães que corajosamente amam os seus filhos, diferentes dos demais;

Às mães cá de casa: a minha mãe, a minha mulher, a minha sogra e a minha nora.

Para todas as mães um dia feliz. 

 

Eles "andem" aí... outra vez!

Parece que a equipa  do "Desafio de Escrita dos Pássaros" está de regresso para novos desafios de escrita.

Fica assim a questão: quem ousa repetir?

Como calculam eu já apresentei a minha declaração de interesses que foi simpaticamente aceite e a minha cabeça já está ferver por causa do tema do início da terceira temporada (até parece uma daquelas séries americanas!!!).

Portanto quem conhece já sabe ao que vem. Quem não conhece ouse participar, que tenho a certeza que irá gostar.

Visitem o blogue e se tiverem dúvidas perguntem.

Bora lá?

Pág. 4/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os meus livros

Des(a)fiando Contos
Quatro desafios de escrita

Os Contos de Natal

2021
2022

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D