Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Reflexão em fim de época!

Acabou!

 

Finalmente acabou o Campeonato Nacional.

 

O meu Sporting ficou num mui pouco honroso 7º lugar, coisa nunca vista na sua história. Rio Ave, Estoril, Braga e Paços de Ferreira, exceptuando o clube de Bracara Augusta, são equipas que lutam habitualmente para não descer de divisão e terminaram acima do clube de Alvalade.

 

O FCPorto sagra-se campeão à custa de um Benfica muito pouco humilde. Nas últimas semanas, o clube da Luz, assumiu que bastava entrar em campo para ganhar os jogos. E foi este erro, que outros clubes mais propriamente o Sporting, já cometeram em tempos, que originou uma euforia excessiva e sem haver (ainda) razões para tal.

 

Curiosamente, este longo torneio, resume-se à imagem que foi visionada milhares de vezes: Jesus de joelhos, no Estádio do Dragão, após o segundo golo da equipa treinada por Vitor Pereira. Nesse preciso instante, Jorge percebeu que tinha o campeonato perdido para os homens de azul listado. E vergou-se à frente de toda a gente a essa evidência.

 

Agora é tempo das análises. Umas profundas, tentando desculpar o que não tem desculpa, outras demonstrando o impossível. Porque o futebol é feito disso mesmo: impossíveis.

 

No início era impossível o Sporting acabar em sétimo!

 

No princípio era impossível o Paços de Ferreira ficar em terceiro com acesso à pré- eliminatória da LC;

 

No dealbar era impossível serem as arbitragens a decidir os campeonatos, em vez dos jogadores em campo;

 

Ao contrário (eu sou sempre do contra?) do que muitos especialistas dizem e escrevem tenho a sensação que o Benfica perdeu o campeonato ao vencer o Sporting. Disto isto assim parece uma contradição. Mas passo a explicar:

 

Na verdade o problema não foi a vitória em si, mas a forma como foi conseguida: sem mérito desportivo e com demasiados casos de arbitragem. E, curiosamente, foram estes casos ou a forma como Jesus lidou com eles que destruiu a áurea de “quase campeão” que envolvia o Benfica. Muitos foram, que publicamente admitiram uma péssima arbitragem de João Capela, que ficará para sempre indelevelmente associado a este jogo. E o conjunto de críticas à arbitragem colocou os árbitros em “aviso amarelo”, passando nos jogos seguintes, a ter muito mais cuidado e competência nas análises dos lances entre o Benfica e os adversários.

 

É por isso que o clube da Luz acaba por empatar em casa com Estoril, fazendo com o FCPorto dependesse apenas dele mesmo, para voltar a ganhar o ceptro de campeão.

 

Quanto ao Sporting pouco mais há a acrescentar ao que disse atrás: fez a sua pior época, acabando com um saldo a zero entre golos marcados e sofridos. Passaram pelo banco, demasiados treinadores: Sá Pinto, Oceano, Vercauteren e finalmente o Professor Jesualdo. Mas o futebol só melhorou (quase) no fim… quando já havia pouco ou quase nada para ganhar.

 

Agora é tempo de saber quem ganha a Taça! Mesmo que seja o Benfica saberá sempre a (muito) pouco.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D