Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

A cidade e as serras (versão breve) - II

 

O regresso à cidade, após dois dias em terras beirãs, transtorna-me sempre. Porque gosto da pacatez dos dias, do vento revolto sacudindo com dureza as oliveiras em flor, dos silêncios que todos respeitam.

 

Nesta época de Primavera rejuvenescedora, após uma invernia de que não há muita memória, a erva verde e viçosa, cresce dia a dia alastrando os campos, dando-lhes outros tons e cores. No prado as ondas correm conforme sopra o vento.

 

Uma cobra acorda de um longo sono e esgueira-se parede abaixo em busca de comida. Um rato do campo vinha mesmo a jeito, Mas um pardal ou dos seus indefesos filhos, ainda melhor. Mas há que lutar pelo repasto. Todavia nesta altura a concorrência não parece ser demasiada.

 

As aves livres ainda de qualquer ameaça, vão compondo o novo ninho, para receber as crias. Nas margens dum pacato ribeiro algumas rãs vão dando sinal da sua presença. Os grilos cantam à desgarrada com as cigarras, melodias sonoras da Natureza.

 

Uma pedra perdida torna-se poiso ideal para me sentar e… escutar. Puxo a pala da boina para a frente e mergulho naquele ambiente campestre que me vai amenizando dos dias sombrios da cidade. É disto que eu gosto… E da água que nasce do ventre da terra e surge como vida nova.

 

Numa velha mina de água, bebe-la é privilégio de muito poucos. Fresca, cristalina, pura, sabe à liberdade que a trouxe até ali. E não pára. Porque o caminho faz-se caminhando como diria Pessoa. É a vida em todo o seu esplendor.

 

É por tudo isto e muito mais que nunca me apetece regressar!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D