Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

De volta…

Retirado da “circulação” durante 5 longuíssimos dias e 4 noites atípicas, eis-me aqui de novo!

Uma Peregrinação a Fátima.

“A Fé é a Porta” como anunciou Bento XVI. E foi sob este signo que, incluído num conjunto de uma centena de peregrinos, caminhei nestes últimos dias até ao regaço de Mãe Santíssima.

Foram dias duros, muito duros… Pela intempérie que sempre me acompanhou, pelo estado dos terrenos que fui palmilhando, pelas forças que a determinada altura foram faltando, pela coragem que ia esmorecendo mas sem nunca acabar. Também pelas propostas que o caminho e as leituras me foram trazendo, pelos receios, pelas inquietações, pelas incertezas e algumas certezas.

Por esses trilhos que me conduziram à Cova da Iria, fui deixando um ano de amarguras, tristezas, revoltas e dúvidas. Mas Deus esteve sempre connosco, nunca me abandonou! Especialmente nos momentos mais difíceis. E foram tantos…

Pude também descobrir, como às portas de Lisboa, se pode viver numa paz profunda, em comunhão com Deus e a Natureza. É o exemplo de um Mosteiro Ortodoxo que encontrei pelo caminho, onde o Bispo daquela comunidade catequizou os peregrinos sobre o valor da verdadeira penitência.

Depois os longos caminhos ao lado do Tejo, enlameados e monótonos, debaixo de chuva intensa onde a fé era colocada em questão, com a pergunta tantas vezes pensada e jamais proferida: “O que faço aqui?”

A resposta à pergunta surgia logo ali no caminho, no outro peregrino que sofria como eu e ainda mostrava capacidade para rir e brincar. E acabava por avançar mais uns quilómetros até ao destino daquele dia!

Na Palavra de Deus encontrei refúgio e força. No Evangelho descobri a paz. Nas homilias do Padre Jorge percebia a minha fragilidade.

Uma Peregrinação muito sofrida em semana Pascal, a evocar que Cristo, na sua longa caminhada para o Calvário, também sofreu.

Por nós todos!

 

 

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D