Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Ter-se-á esquecido?

Ainda a sofrer dos efeitos nefastos da tempestade Harvey, os Estados Unidos da América preparam-se para mais uma tempestade a que chamaram Irma.

Segundo alguns especialistas esta ainda será pior que a anterior. Veremos então!

Entretanto admira-me que Trump ainda não decidido construir um muro à volta do seu país para impedir a entrada destes acontecimentos atmosféricos.

Será que ele ainda não se lembrou disso?

A estupidez!

Como alguém pode vir dizer publicamente que uma bomba é mãe... de qualquer coisa? Sendo certo que a expressão em inglês é aproveitada para tal, porque MOAB significa "Massive Ordenance Air Blast" e não "Mother Of All Bombs".

É óbvio que percebo a piada já que os russos têm uma bomba que é... o pai (FOAB) das bombas não nucleares.

Seja como for as palavras mãe e pai têm demasiado valor para serem usadas como progenitoras de qualquer coisa destrutiva.

Os meus receios quanto a Trump começam a ter fundamento. Dispara para todos os lados e vai criando (ainda mais) inimigos. Não imagino onde isto irá parar.

Como disse o meu filho mais novo esta bomba foi um aviso sério para alguns países que tentem ameaçar os Estados Unidos.

A estupidez no Mundo está a crescer...

Veremos onde isto irá parar... se parar!

 

 

Já decidi!

Tomando em consideração o discurso do novo Presidente dos Estados Unidos da América decidi que a partir de hoje não consumo nada que tenha origem no outro lado do Atlântico.

Nem bebidas, nem fast food, nem cinema, nem cultura... nada!

Até o Pai Natal cá de casa vai ter de mudar de cor!

Porque... Portugal primeiro!

 

Marcelo e Donald – unidos pela televisão

Esta noite, após o choque diurno que foi perceber como Trump chegou à Casa Branca, dei por mim a pensar serenamente.

Donald Trump foi uma vedeta televisiva que sempre se mostrou muito à vontade perante as camaras de televisão. Também o actual Presidente da República Portuguesa foi estrela de TV. Ainda por cima em canais diferentes com uma saída polémica pelo meio, que lhe acabaria ainda por dar mais valor.

Bem vistas as coisas, a campanha de ambos (Marcelo Rebelo de Sousa e Donald Trump) estava feita. Donde se conclui que foi o grande écran, muito antes da corrida começar o grande vencedor das eleições. Ou dito de uma forma mais simples foram as televisões que programaram e prepararam ambas as vitórias eleitorais.

É óbvio que Hillary seria fácil de bater nas urnas. Com um discurso pouco apelativo, ao invés de Trump, a ex-primeira dama nunca soube puxar dos galões e dar um murro na mesa. Com todo o respeito, até o Tino de Rans ganharia à senhora Clinton.

Também Marcelo não necessitou de grandes confrontos políticos. Quando começou a campanha a vitória estava assegurada, já.

Creio assim que é a primeira vez que duas estrelas de televisão, ganham as eleições para Presidentes no mesmo ano. Pode não significar nada e ser somente uma estúpida e ridícula coincidência.

Mas eu, sinceramente, não acredito em coincidências!

Mais uma “Trumpalhada” à americana

Pronto… o impensável aconteceu: Donald Trump irá ser o novo Presidente dos Estados Unidos.

Mas de uma coisa estou certo após estes resultados é que o Mundo, daqui para a frente, jamais será o mesmo!

Donald personifica na essência o povo americano: idiota, burro, egocêntrico e acima de tudo insensível. Muito agora se falará e escreverá sobre este novo ciclo que se iniciará em Janeiro próximo, após a tomada de posse do Nova Iorquino. Muito se irá dizer e tentar prever. Mas tal como aconteceu esta noite a verdade é que ninguém consegue sequer imaginar os futuros acontecimentos ao redor desta (nova) personagem da política internacional.

A campanha eleitoral americana foi demasiado acesa com acusações de parte a parte. Neste sentido Trump levou sempre a melhor a Clinton, que nunca soube desmontar o enredo bem preparado do adversário.

Escrevi aqui que considerava ambos os candidatos incapazes para o cargo de Presidente, Continuo a pensar o mesmo. Os americanos meteram-se assim por caminhos demasiados ínvios. Veremos como vão sair desta “Trumpalhada”.

Decididamente não quero ser eu (mais uma vez) a pagar pelos erros das decisões dos outros.

Já basta em Portugal!

And the winner is...

... Donald Trump.

Quase sem querer, o polémico candidato Republicano está a poucos meses de ser o próximo inquilino da Casa Branca. Sem fazer grande esforço.

Já nem são necessário ataques dos Republicanos... são os próprios Democratas que se cobrem de ridículo.

Portanto não admira que o "loirinho" americano comece a subir nas sondagens!

Para mal do Mundo!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D