Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Cinco pontos!

1 - Independentemente de Portugal ser o país onde os trabalhadores são menos qualificados, de termos uma alta percentagem de abandono escolar, das reformas serem irrisórias, da corrupção se alastrar a todos os campos da sociedade, repito independentemente de tudo isto, Portugal deve ser o país onde se vendem mais telemóveis por pessoa. Pode alguém não ter dinheiro para comer ou para comprar uns sapatos aos filhos mas aquele equipamento topo de gama é que não pode escapar.

 

2 - As Câmaras Municipais vivem momentos difíceis. Devido à "troika" que ficou no passado e que cortou algumas gorduras (não todas!!!), as edilidades lutam actualmente com enormes dificuldades financeiras. Então para minimizar a situação começaram a valer-se do estacionamento pago, aproveitando o que foram passeios largos, para lá colocarem viaturas de quatro rodas a troco de euros.Obviamente que a coisa não começou agora mas tem vindo a alastrar-se qual virus.

 

3 - Os tempos novos colocam-nos, à distância de um toque num telemóvel, quase tudo. Todavia para que tal aconteça é necessário a instalação de aplicações. São tantas e para tanta coisa que o equipamente por vezes fica demasiado cheio. É certo que estamos numa época muito fértil em tentações, sejam jogos ou compras, que nem nos preocupamos em saber se oaparelho ainda tem memória ou somente vagas lembranças.

 

4 - Ora bem... se juntarmos os três pontos anteriores temos: um português com um telemóvel de última geração a pagar em três anos ou mais, carregado de aplicações para estacionar o carro. Ele é o "Epark", a "Via Verde", o "Paysimplex"´, o "EMES"... e nem imagino quantos mais. Dito de outra forma qualquer dia necessita de um outro equipamento só para lá colocar as aplicações de estacionamento. Já para não falar do saldo que tem que ter para poder ser debitado o valor do estacionamento.

 

5 - Tudo se resolveria com uma simples aplicação para todos os municípios de Portugal, não era? Bah... isso não é para nós lusos, que usamos e abusamos dos complicómetros para estragarmos a nossa própria vida.

 

À portuguesa!

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D