Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Chuva de buracos!

Aproxima-se a passos largos o Outono (é já para a semana!) e o Inverno. Nós portugueses normalmente não gostamos de chuva… Basta surgirem dois dias um pouco mais chuvosos e ficamos logo cansados de “tanta” chuva.

Uma das incompatibilidades da chuva é, obviamente, com o trânsito. Com as intempéries tudo passa a andar na cidade muito mais devagar e os que não reduzem acabam muitas vezes imobilizados contra outros veículos, originando ainda maior confusão.

Costumo circular diariamente em Lisboa. Entro geralmente cedo tentando evitar os congestionamentos, mas saio quase sempre à hora de ponta. Pela tarde atravesso regularmente a cidade, tendo deste modo a consciência (quase) perfeita do (mau) estado das ruas lisboetas.

Não obstante diversas obras de alcatroamento em algumas vias, a maioria das estradas alfacinhas encontram-se em estado deplorável. Buracos – alguns parecem autênticas crateras -, deficiente sinalização vertical e pior que tudo a quase inexistente sinalização horizontal.

Na maioria das vias não se percebem as guias laterais nem os traços descontínuos do meio da via, originando que os condutores não percebam qual a faixa em que circulam, originando muitos acidentes que poderiam ser evitados.

A invernia que se aproxima, seja ela branda ou áspera, não vai certamente ajudar os milhares de condutores que entram e saem da cidade.

À edilidade pede-se cuidado e trabalho. Criarem-se obras quase megalómanas, deixando as essenciais para as calendas gregas não me parece, contudo, a atitude mais razoável.

Sinceramente a razoabilidade não é o forte dos autarcas lusos!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D