Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

A morte política de um Ministro

Não li as críticas ao agora ex-Ministro da Cultura João Soares, feitas por Augusto Seabra e por Vasco Pulido Valente. Mas quem anda nestas coisas da política tem de ter uma enorme capacidade de encaixe. Ou dito de outra forma, se um político não se sente confortável com uma opinião contrária mais vale sair da actividade antes que dê mau resultado.

Na nossa política têm sido frequentes os ministros meterem os pés pelas mãos quando proferem declarações ou assumem posições pouco consentâneas com o lugar que ocupam.

O primeiro caso que me vem à memória é o do antigo Ministro do Ambiente Carlos Borrego que devido a uma estúpida anedota demitiu-se do lugar que ocupava. Era à altura Primeiro-Ministro o Professor Cavaco Silva. 

Bem mais tarde e em plena Assembleia da República o então Ministro da Economia, Manuel Pinho, simulava quase uma faena com o gesto dos dois indicadores a fazer de cornos. Gesto que lhe valeria obviamente a demissão. Chefiava então o governo José Sócrates.

Já para não falar da forma como o ex-Presidente da Região Aotónoma da Madeira, Alberto João Jardim, se referiu certa vez ao Primeiro-Ministro como o "senhor Silva"... Um "must"!

Temos então João Soares que com duas estaladas somente prometidas sai do governo pelo seu próprio pé sem honra nem glória.

A exemplo dos outros polémicos ministros também João Soares acaba por assinar a sua própria sentença de morte, politicamente falando. Sai da política pela porta pequena.

E não tinha necesssidade disso!

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D