Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadosAB

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Espaço de reflexões, opiniões e demais sensações!

Não Esquecer - 24

 

Alcançar o topo de todos os seus projectos

 

Não é fácil. Nem sempre possível.

Vivemos certamente com o intuito de lá chegar. De alcançar aquele topo de montanha de desejos. Mas provavelmente o que importa mesmo é ter projectos, novas ideias, ensejos, sonhos...

Porque sem eles a vida não tem sal nem qualquer tempero.

E nada melhor que um apimentar de vida para que o nosso sangue volte a correr com força nas nossas veias.

Pelo meu lado, e se deus me der vida saúde e tino, terei sempre projectos para realizar...

... E nunca esquecer!

 

Partir... uma vez mais!

Começa esta noite o meu regresso aos caminhos de Fátima.

Mas primeiro há que chegar a Peniche, ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, para depois amanhã sair a caminho da Cova da Iria ao encontro da Virgem Maria.

Até Domingo este espaço estará a ser alimentado por pequenos textos já programados para publicação. Fora isso nada mais farei.

A não ser a recolha dos ensinamentos que o caminho tiver para me brindar. 

Para depois, já de alma limpa, poder regressar à cidade para novo ano de desafios...

Deixo-vos assim por alguns dias.

Fiquem por cá bem!

Que eu vou rezar por todos vós. Especialmente por aqueles que não crêem!

Não esquecer - 23

Não Esquecer anterior

 

Saber quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha

 

Se estivermos a falar de um blogue direi já de caras que nasceu a galinha primeiro. Um espaço fantástico e com muito que ler e de grande qualidade. A autora diz que não... mas eu não ligo!

Mais a sério este tema de hoje é mais ou menos recorrente na nossa sociedade. Percebe-se o que se pretende dizer mas nunca alguém teve uma resposta correcta... Nem sei se a haverá!

As dúvidas que assolam por vezes os nossos dias são normais e fazem parte da vida. Até eu que venho muitas vezes para aqui botar discurso como fosse dono da verdade, repito até eu, tenho inúmers dúvidas.

O mais importante é sabermos lidar com as dificuldades e, como diz o Papa Francisco, se não consegues ultrapassar então aceita!

Pois... mas é aqui que "a porca torce o rabo" como soe dizer-se... Aceitar o que nos surge pelo caminho nem sempre é fácil. Nada mesmo!

Eu que o diga!

Ter Presidente ou não ter Presidente, eis a questão

O nosso povo é tendencialmente estranho. Daí talvez existir aquela expressão tão sobejamento conhecida e usada: preso por ter cão e preso por não ter.

No caso presente será mais ter Presidente ou não ter Presidente.

Durante anos, mas especialmente nos últimos tempos, li muitas críticas ao antigo Presidente por não falar. Ou se falava só dizia coisas impensáveis. Expurgando algumas parvoíces, muito comuns na nossa sociedade, a maioria das críticas faziam sentido.

O Professor Cavaco Silva no seu último magistério calou-se quando devia falar e falou quando devia estar calado. Mas acontece a muitos e o ex Presidente nunca foi pessoa para o politicamente correcto... mas ainda assim reconheço que deveria ter tido mais cuidado.

Ao invés Marcelo Rebelo de Sousa utiliza o diálogo como forma de apaziguar o país e o discurso de hoje é um óptimo exemplo. Para além da presença física em actos simples e corriqueiros que ele sempre fez. Assumo que muuuuuuuuito antes de Marcelo surgir como candidato eu já o deixara de escutar na televisão havia algum tempo. Aquele discurso de alguém que sabe tudo, sobre tudo, que lia livros como quem bebe água, que fazia "bodyboard" no Guincho, que corria no paredão de auscultadores causava-me alguns pruridos...

O que é estranho é que, paulatinamente, surja nos dias de hoje uma espécie de campanha contra um Presidente falador e interventivo. Campanha essa mais ou menos lançada pelos mesmos que tanto criticaram silêncios anteriores.

Então é que é que ficamos? O Presidente deve ou não falar? Deve ou não intervir? Se não porque criticaram o antigo Presidente? Se sim, que deve intervir, que faz o Presidente que não deveria fazer de forma a ser tão escrutinado?

Percebo que o fruto amargo da vitória de um Candidato mais moderado, contra uma quantidade de candidatos mais progressistas, seja difícil de engolir oara alguns sectores políticos otriundos da tal esquerda radical e ortodoxa mas, quer queiram quer não a democracia é isto. Ou será que não?

 

Adeus Bijou!

Há um ditado na sabedoria popular que diz: "Quanto mais conheço os homens, mais gosto dos animais!"

E a Bijou era o exemplo perfeito do que diz o pópulo.

Quando nasceu, lembro-me bem, a minha mãe levava-a no bolso de uma bata, tão pequenina que era. No entanto mesmo crescendo era ainda assim uma espécie de miniatura.

Mas esperta, esperta! E conhecia-me a quilómetros.

Contava a minha mãe que ainda não tinha chegado ao cruzamento que acede à aldeia e já ela andava atarantada a correr de um lado para o outro. Nunca percebi como sabia que eu estava para chegar.

Era a verdadeira companhia e companheira da minha mãe. Nem imagino as vezes que esta lhe confidenciou as amarguras. Duas idosas que se entendiam perfeitamente.

A Bijou morreu hoje atropelada por um carro.

Não sei se há céu para os animais, mas estou certo que se houver ela estará lá, a correr atrás de um brinquedo que tanto gostava.

 

BIJOU.jpg

 

Esta era a sua pose favorita à beira da lareira quente e acolhedora!

 

 

 

Não esquecer - 22

Não Esquecer anterior

 

Ter mais projectos que recordações

 

Isso é que era bom... Com a minha idade será, provavelmente, muito difícil ter mais projectos que recordações. Ou, quem sabe, ainda vou viver muitos anos de forma a que possa engendrar outros tantos projectos.

Todavia se pensar bem do meu passado não guardo muitas recordações... Por isso nem me parece impossível ter mais projectos.

Na vida quotidiana guardamos tanto lixo nas nossas almas que dificilmente deixamos espaço para ideias futuras.

Portanto é bom procurarmos o caminho noutros trilhos.

E fazer com o futuro seja inesquecível.

Páscoa - II

Nada melhor que terminar este dia com uma missa em Lisboa ministrada pelo meu amigo Padre Jorge Anselmo. 

A verdadeira Páscoa começa hoje e não se circunscreve somente a este dia. Segue a partir de agora... pois todos os dias são dias de renovação interior.

Andamos muitas vezes demasiado preocupados com o que nos rodeia, com aquilo que acontece aos outros e não olhamos para nós mesmos.

A Páscoa serve essencialmente para encontrarmos no fundo da nossa alma, espirito, seja o que for, a razão soberana para os nossos sentimentos.

Páscoa

Todos procuramos um sentido para as nossas vidas.

Muitos encontram-no bem cedo. Outros demoram mais tempo.

A Páscoa não é somente uma festa católica que origina uns feriados e também há quem coma umas amêndoas. Ah! pois esqueci-me dos coelhos e ovos de chocolate...

A vivência dos momentos Pascais é uma experiência inolvidável. Refazermos os nossos dias passados tendo como pano de fundo a Ressurreição de Cristo deveria ser o nosso sentido para estes dias.

Durante muitos anos perguntei a mim mesmo qual o verdadeiro caminho para o meu futuro.

A resposta curiosamente surgiu nesta fé que hoje carrego comigo como sendo o fio condutor que liga o meu passado, o presente e por que não dizê-lo... o futuro.

Folheio interiormente os meus dias com a serenidade dos anos vividos. E recolho desses momentos novos momentos!

 

Para todos que aqui vêem desejo uma Santa Páscoa.

Que não seja somente mais um dia festivo, repleto de iguarias mas também um assumir genuíno de novos sentidos para a vida de cada um de nós!

A gente lê-se por aí!

Não esquecer - 21

Não Esquecer anterior

 

Não comprar bilhete de regresso

 

Por  vezes sinto quase necesssidade de fazer isso. Não tem a ver com a minha vida mas sim com aquele meu espírito vadio...

Foram os bilhetes comprados sem regresso que fizeram de Portugal um país dono de quase meio mundo.

Eu sei que eram outros tempos.

Viajar ao intímo de nós mesmos é também comprar uma viagem sem regresso. Mas se regressamos jamais seremos os mesmos.

Não tenho dúvidas que há bilhetes sem regresso.

A morte é uma delas!

Preparando-me!

Faltam somente 5 dias. Uma mão cheia de 24 horas para regressar ao caminho.

Todos os anos reservo uns dias para esta ventura: Peregrinar!

Quem tem fé sabe do que falo.

Outros tantos 5 dias a palmilhar caminhos lusos ao encontro da Virgem Mãe! Mas não só!

Ao encontro de Cristo já ressuscitado e de Deus seu Pai!

Muitas horas intensas de fervor, amor e totalmente disponíveis para... receber!.

De fervor porque é preciso acreditar sem ver, crer sem duvidar!

De amor porque é este sentimento sincero por Cristo que realmente nos faz andar e vibrar com a sua luz!

Disponíveis para receber a doce mensagem de Mãe Santíssima.

Peregrinar não é só caminhar... é sentir em cada passo, em cada instante, a obra perfeita que Deus quer ver construída.

Seremos meros obreiros mas ainda assim uns previlegiados.

Pág. 1/5

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D